Pudim de claras

Domingo é dia das mães e, na minha opinião, a sobremesa que mais combina com esse dia, é pudim de claras. Acho que pelo fato dele ser doce, delicado, suave, macio, assim como a nossa mãe! Fora que a textura dele é inigualável, um pedacinho de nuvem que derrete na boca… Humm…! Definitivamente, pudim de claras me remete a carinho de mãe! Esse da foto fiz há algum tempo, foi o meu primeiro. Não ficou lá muito bonito, mas acreditem, o sabor estava maravilhoso. Pra quem quiser presentear a mãe com esse carinho em forma de sobremesa, aí vai a receita. Ela merece!

Para a calda

Ingredientes:

– 3/4 de xícara de chá de açúcar.

– 1/4 de xícara de chá de água.

Modo de preparo: dissolver a água com o açúcar em uma recipiente. Transferir a mistura para a forma onde o pudim será feito. Levar a forma ao fogo baixo até cozinhar sem mexer. A calda irá engrossar e ficar com uma coloração dourada. Esse processo levará de 8 a 10 minutos. Quando estiver no ponto, segurar a forma e ir girando para que a calda se espalhe por todo o fundo e laterais. Não se esqueça de usar uma luva ou proteger a mão com o pano de prato, pois a forma estará bem quente!

Para o pudim

– 5 claras.

– 1 xícara de chá de açúcar.

– 1 pitada de sal.

– água fervente.

Modo de preparo: bater as claras com 1 pitada de sal na batedeira em velocidade baixa. Assim que começarem a espumar, aumentar a velocidade até ficar em ponto de neve firme (cerca de 15 minutos). Acrescentar o açúcar aos poucos, sem desligar a batedeira. Bater até formar um merengue bem firme (aproximadamente 10 minutos). Transfira o merengue para a forma com uma colher de sopa. Vá fazendo por camadas: coloque uma camada, alise bem com a colher (pode até dar uma forçadinha para ele ficar bem compactado, mas não aperte muito para não tirar a fofura das claras) e depois dê umas batidinhas na bancada, para que o merengue se acomode e fique bem homogêneo. Quando finalizar as camadas, coloque a forma em uma assadeira retangular com a água fervente e leve ao forno pré-aquecido em temperatura baixa (150º) em banho-maria, por aproximadamente 1 hora, ou até que o pudim fique firme e dourado. Ele irá crescer bastante, porém, quando sair do forno voltará a altura original. Retirar do forno e aguardar uns 5 minutos antes de desenformar. Após desenformar, levar à geladeira.

Dicas

Passe uma faquinha de ponta arredondada nas laterais na hora de desenformar, pois as bordas costumam grudar na forma.

Desenforme o pudim em um prato com borda alta, pois a calda irá escorrer.

Eu usei uma forma pequena (20cm de diâmetro) para estas medidas, se quiser fazer um pudim maior, é só dobrar a receita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s