Cogumelo paris recheado com cream cheese

Continuando na família dos cogumelos, começo a semana com uma receita que acabei de testar aqui em casa: cogumelos paris recheados com cream cheese. Além de possuir alto índice de concentração de proteínas, e por isso ser muito apreciado por vegetarianos, o cogumelo paris é riquíssimo em vitaminas e contém todos os complexos da vitamina B, trazendo vários benefícios à saúde. Possui também selênio, que atua na prevenção de problemas de tireóide e reforça o sistema imunológico. Além de tudo isso, essa receita é deliciosa, equilibrada, leve e fácil de preparar. É só misturar tudo e pronto! Vai bem como entrada ou como acompanhamento de carnes, por exemplo. Corre testar também!

Ingredientes

– 8 cogumelos-de-Paris (ou Portobello) graúdos.
– 200g de cream cheese.
– 10g de pimenta dedo-de-moça picada sem semente (aproximadamente 1 pimenta, grande).
– 10g de cebolinha brasileira picada.
– 15g de farinha de pão (bater duas fatias de pão de forma no liquidificador).
– Suco de meio limão.
– Sal a gosto.

Modo de preparo: limpe os cogumelos com papel toalha ou com uma pano limpo úmido para retirar a terra. Retire os talos e, com uma colher de chá, raspe os cogumelos removendo um pouco da parte preta, para poder recheá-los. Para o recheio, misture o cream cheese, a pimenta, o suco de limão, a cebolinha e sal a gosto. Recheie os cogumelos e coloque a farinha de pão por cima. Leve ao forno pré-aquecido para gratinar a 200°C por aproximadamente 30 minutos. Está pronto para servir!

Dica

Usei um pouco de queijo parmesão ralado sobre a farinha de pão para finalizar.

Shimeji ao molho agridoce

Não sei se já falei aqui, mas eu a d o r o shimeji!  Descobri esse receita há pouco tempo e desde então fiquei viciada! Faço pelo menos uma vez por semana, geralmente como uma entradinha, mas já fiz também como molho para acompanhar bifes de filé mignon e combinou muito bem!
Diferentemente do modo como é preparado na maioria dos restaurantes japoneses, ele não é feito no pappilote, mas na frigideira. O sabor, apesar de bem semelhante ao dos restaurantes, fica um pouco mais adocicado. A receita pode ser feita com o shimeji preto ou com o branco, e o preparo é super rápido!

Ingredientes

– 1 bandeja de shimeji.

– 1 colher de sopa de manteiga.

– 1 colheres de sopa rasa de açúcar.

– 1/4 de xícara de chá de molho de soja (shoyu) + 2 colheres

– Cebolinha picada

– Sal a gosto

Modo de preparo: coloque os cogumelos em um escorredor. Separe-os com a mão, torcendo a base. Joque as bases do shimeji fora. Após separados, passe o escorredor com o shimeji rapidamente pela água corrente. Deixe escorrer (os cogumelos costumam ser porosos, o que significa que eles absorvem água. E acabam soltando muito líquido durante o cozimento). Leve uma frigideira grande ao fogo alto. Quando aquecer, acrescente a manteiga. Acrescente o açúcar e depois o shimeji e deixe no fogo alto por três minutos. Não mexa com colher ou espátula (para não soltar mais líquido), apenas faça movimentos circulares com a frigideira. Transfira o líquido da frigideira para um recipiente. Reserve. Com a frigideira ainda no fogo, acrescente o molho de soja e o sal, e mantenha no fogo por mais um minuto. Com o fogo ainda ligado, transfira o shimeji para um refratário. Coloque o líquido do cozimento na frigideira com mais duas colheres de sopa de molho de soja e mexa engrossar. Regue o shimeji com o molho da frigideira e salpique com a cebolinha. Sirva quentinho!

 

Dica

Eu não coloco sal e fica bem equilibrado, já que o shoyu é bem salgado.

Mousse de chocolate

Bom dia para quem ainda continua seguindo o QTMDC mesmo depois desse período sem postagens! Peço desculpas pela falta, mas foi por uma boa causa. O fato é que a arquitetura tem consumido o meu tempo. Surgiram muitos projetos novos, e nessa época de crise mundial, não estamos em condições de recusar trabalho, né? Assim, aceitei tudo que apareceu e acabei ficando sem tempo para me dedicar ao blog. Além disso, estou fazendo um curso a tarde inteira duas vezes por semana, o que deixou tudo ainda mais difícil. Enfim, se você não desistiu de nós – de mim e dos meus pitacos – e está aqui lendo esse post, eu agradeço e aviso que estamos de volta!

E para voltar com algo beeem gostoso, hoje deixo pra vocês uma receita de mousse de chocolate delicioso, fofinho, e como não poderia deixar de ser, super prático! Então vamos à receita!

Ingredientes
– 200 g de chocolate meio amargo (no mínimo 50% de cacau)
– 4 ovos (em temperatura ambiente)
– 1/4 de xícara (chá) de açúcar

Modo de Preparo: pique o chocolate em pedaços grandes. Numa tigela refratária grande, leve o chocolate ao micro-ondas para derreter. O tempo pode variar, então, coloque para rodar de 1 em 1 minuto, até ele amolecer. Misture bem e deixe esfriar. Separe as claras das gemas dos 4 ovos, que devem estar em temperatura ambiente. Somente quando o chocolate estiver em temperatura ambiente, junte a mistura de gemas ao chocolate. (Se ele estiver quente, vai cozinhar as gemas.) Na batedeira, bata as claras até que tripliquem de volume. Para começar, deixe a batedeira em velocidade baixa; assim que as claras começarem a espumar, junte a metade do açúcar. Aumente a velocidade. Quando as claras começarem a firmar, junte o restante do açúcar. Elas precisam estar firmes, mas não podem endurecer excessivamente. Junte 1/3 das claras ao chocolate e misture bem. O restante, incorpore delicadamente com uma espátula, fazendo movimentos circulares de baixo para cima. Coloque a massa em tacinhas individuais, ou, se preferir, em um recipiente grande, e leve à geladeira por no mínimo 3 horas. Depois é só servir!

Dica

A receita pede chocolate amargo, mas eu tinha uma barra enorme de Milka em casa e resolvi fazer com ele mesmo. Embora tenha ficado bem mais docinho que o tradicional, ficou delicioso. Para quebrar um pouco o doce e dar um azedinho ao sabor, decorei com alguns morangos e amoras.