Sopa de tomate assado

Sopa de tomate mais prática que essa eu duvido que exista! Tomate, pimentão, cebola e alho vão para o forno, em seguida para o liquidificador e pronto! Em menos de 1 hora estará no seu prato uma sopa quentinha e cheia de sabor.

INGREDIENTES

– 5 tomates italianos maduros
– ½ pimentão vermelho
– 1 cebola
– 2 dentes de alho
– 1 xícara de chá de água fervente
– azeite a gosto
– 1 pitada de pimenta calabresa seca
– sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
– folhas de manjericão a gosto para servir (opcional)

MODO DE PREPARO: pré-aqueça o forno a 240 graus. Corte os tomates já lavados ao meio no sentido do comprimento. Descasque a cebola, corte na metade também no sentido do comprimento, e cada metade em 3 gomos. Lave o pimentão e corte ao meio, descartando as sementes. Corte essa metade em tiras de aproximadamente 1cm. A outra metade não será usada nesta receita. Descasque os dentes de alho e corte-os ao meio. Coloque todos os ingredientes em uma assadeira untada com azeite. Os tomates deverão estar com as cascas voltadas para baixo, pois assim soltam menos água. Tempere tudo com sal e pimenta-do-reino a gosto. Coloque um pouco de azeite sobre os legumes também. Leve ao forno e asse por 20 minutos ou até que estejam macios e levemente tostados. Após esse tempo, transfira tudo para o liquidificador, tempere com a pimenta, adicione a água fervente e bata até que fique um creme liso e cremoso. Ajuste o sal, decore com as folhas de manjericão e sirva em seguida!

Essa receita eu conheci com a Rita Lobo, no programa “Cozinha Prática”do GNT.

DICAS

Eu estava sem manjericão em casa, por isso acabei usando tomilho apenas para dar um verdinho ao prato.

A sopa fica com um sabor bem marcante de pimentão, portanto não recomendo para quem não gosta muito do ingrediente.

Quibe de berinjela com recheio de coalhada para o Dia dos Namorados

Quando falamos em dia dos namorados sempre pensamos logo em um jantar especial, não é? Mas quem disse que para o amor tem hora?! Quem nunca deu uma escapada no meio do dia para namorar um pouquinho? Por isso eu pensei em um prato para o almoço de hoje! Quibe vegetariano de berinjela com recheio de coalhada: simples, leve, gostoso, e ainda vem em formato de coração. A refeição perfeita para os apaixonados apressadinhos que não aguentarão esperar a noite chegar para dar aquele xêro gostoso no seu amor… 💕

INGREDIENTES

– 2 berinjelas
– 2 dentes de alho
– 220g trigo para quibe
– 50g mel
– 60g azeite extra virgem
– sal a gosto
– pimenta a gosto
– coalhada seca (comprei pronta)

MODO DE PREPARO: Hidrate o trigo em 500 ml de água água morna. Faça um furinho com uma faca em cada berinjela para inserir um dente de alho descascado em seu interior. Na boca do fogão queime as cascas das berinjelas até ficarem carbonizadas e macias. Corte a berinjelas e tire a polpa raspando com uma colher. Bata no liquidificador formando uma pasta. Adicione o mel, o azeite e acerte com sal e a pimenta. Escorra o trigo deixando-o bem seco. Adicione o trigo hidratado à pasta de berinjela e acerte o tempero final. Tempere a coalhada com azeite e sal. Com o auxilio de um aro untado  – eu utilizei um cortador de biscoitos de coração, mas pode ser um aro redondo de preferir –  coloque uma camada de pasta de berinjela seguida por uma camada de coalhada temperada e finalize com a pasta de berinjela. Asse em forno a 180 graus por 35 minutos ou até dourar. Sirva com salada e com muito amor.

Pasta de beterraba e ricota

Essa pasta de beterraba com ricota além de linda, saudável e super versátil – pode ser servida como antepasto, no lanche natural, com torradinhas… – é bem fácil e fica uma delícia!

INGREDIENTES

– 130g de ricota
– 1 beterraba pequena ou meia grande cozida
– 2 colheres de sopa de leite
– 1 colher de chá de sal
– 1 colher de chá de suco de limão
– 1 colher de chá de azeite
– 1 dente pequeno de alho triturado
– pimenta do reino a gosto

MODO DE PREPARO: colocar todos os ingredientes no processador, liquidificador ou mixer e bater até que fique uma pasta homogênea.

DICAS

As quantidades de sal, azeite e suco de limão podem variar de acordo com o seu gosto. Eu sempre experimento e corrijo no final.

ASSISTA O VÍDEO DA RECEITA

Berinjela recheada com ricota

Vamos começar a semana com um prato gostoso e leve? Pra mim, berinjela é bom de qualquer jeito, mas essa versão recheada é uma das minhas favoritas. Geralmente as receitas pedem para cozinhar a berinjela em água antes de  preparar o recheio. Na minha versão, levo para assar no forno, o que faz toda a diferença no sabor e na textura.

INGREDIENTES

– 1 Berinjela grande
– 1 tomate
– 1 xícara de ricota
– 1/4 de xícara de nozes picadas
– 1 colher de sopa de uva passa
– 1 dente de alho
– Tomilho a gosto
– azeite a gosto
– sal a gosto
– Queijo parmesão a gosto

MODO DE PREPARO: corte a berinjela ao meio no sentido do comprimento e deixe de molho em água com 1 colher de sopa de sal por aproximadamente 10 minutos. Isso faz com que tire o amargor. Enquanto isso, tire as sementes do tomate e corte em pedaços pequenos. Amasse a ricota com um garfo e misture ao tomate. Adicione o tomilho, as nozes picadas e as passas,  tempere com um pouco de sal e regue com azeite. Reserve. Escorra a berinjela e faça cortes cruzados na polpa (formando losangos). Descasque o alho, corte ao meio no sentido do comprimento e coloque as partes sobre cada metade da berinjela. Tempere com sal, pimenta do reino, regue com bastante azeite e leve ao forno a 230 graus por aproximadamente 35 minutos, ou até que fiquem douradas. Retire do forno e raspe a polpa com uma colher. Amasse o alho. Junte tudo com a mistura de tomate e ricota. Acerte o sal e a pimenta se necessário. Coloque a mistura dentro das cascas da berinjela. Cubra com parmesão ralado e leve ao forno para gratinar. Sirva em seguida.

Ratatouille ou legumes assados

Ratatouille é uma receita de origem francesa, da região da Provença. Seu nome significa picar, triturar, mas aqui no Brasil podemos chamar de legumes assados. O Ratatouille é muito versátil, pode ser servido quente ou frio, como prato principal ou acompanhamento. Eu adoro comer sobre o pão italiano, como se fosse uma bruschetta.  Por ser um prato super colorido e leve, acho que tem tudo a ver com o carnaval. Aí vai a minha versão do ratatouille!

PARA O RATATOUILLE

INGREDIENTES

– 1 berinjela grande
– 1 abobrinha italiana
– 1 pimentão amarelo
– 2 tomates italianos
– pimenta-do-reino e sal a gosto
– azeite a gosto

MODO DE PREPARO: fatie a berinjela em rodelas de 0,5cm e deixe de molho em água com 1 colher de sobremesa de sal por 10 minutos para tirar o amargor. Enquanto isso, prepare os demais ingredientes: corte em rodelas de 0,5cm a abobrinha, os tomates e o pimentão amarelo. Vale lembrar que deve-se tirar as sementes do pimentão antes de fatiá-lo. Escorra as berinjelas. Reserve.

Você pode usar o molho da sua preferência. O meu eu faço assim:

PARA O MOLHO

INGREDIENTES

– 3 tomates pelados
– 1/2 xícara do molho do tomate pelado
– 1 dente de alho amassado
– 1/4 de xícara de chá de cebola picada
– 1 colher de sopa de azeite
– pimenta-do-reino e sal a gosto.

MODO DE PREPARO: em uma panela aqueça o azeite e refogue a cebola e o alho por aproximadamente 2 minutos. Adicione o molho e os tomates pelados e com a colher vá amassando até ficar homogêneo. Tempere com pimenta-do-reino e sal a gosto.

MONTAGEM

Cubra o fundo de um refratário com o molho de tomate. Sobre o molho, disponha as rodelas de berinjela, abobrinha, tomate e pimentão, alternadamente. Cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido a 180 graus por 30 minutos. Tire o papel alumínio volte ao forno, dessa vez a 230 graus, por mais 40 minutos, ou até que os legumes fiquem macios. Está pronto!

DICAS

Como eu disse, essa é a minha versão do ratatouille. Você pode adicionar outros ingredientes da sua preferência, como pimentão vermelho, cebola roxa, usar outros temperos como cominho,  orégano, etc…

Escondidinho mandioquinha e escarola

Mandioquinha ou batata-baroa? Dependendo da região do país a chamam de um modo, mas o que importa mesmo é que esse escondidinho fica uma delícia e vai te surpreender! Vale a pena experimentar!

INGREDIENTES

– 3 mandioquinhas médias (aproximadamente de 500 g)
– 1 maço de escarola
– 1 tomate
– 1/2 cebola picada
– 1 dente de alho
– 2 colheres de sopa de manteiga
– ¼ de xícara de chá de queijo parmesão ralado
– sal e pimenta-do-reino a gosto

MODO DE PREPARO: Preaqueça o forno a 180 ºC. Corte as mandioquinhas em pedaços médios e transfira para uma panela grande, cubra com água e leve ao fogo alto. Assim que ferver, diminua o fogo e deixe cozinhar até ficarem macias. Enquanto isso, prepare os outros ingredientes. Lave as folhas de escarola e corte em pedaços médios. Descasque e pique fino a cebola e o alho. Corte o tomate ao meio; descarte as sementes e corte cada metade em cubos pequenos. Leve uma panela com 1 colher de sopa de manteiga ao fogo médio. Quando derreter, junte a cebola e refogue por 2 minutos, até murchar. Acrescente o alho, o tomate e mexa por 1 minuto. Desligue o fogo, junte a escarola, tempere com sal e a pimenta-do-reino e misture bem. Reserve. Quando as mandioquinhas estiverem cozidas, reserve 1 xícara de chá da água do cozimento e escorra o resto. Passe as mandioquinhas por um espremedor de batatas e volte para a panela. Volte a panela ao fogo médio e acrescente a água do cozimento aos poucos, mexendo com um batedor de arame até formar um purê liso. Desligue o fogo e misture 1 colher de sopa de manteiga. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Num refratário de 15 cm x 20 cm que possa ir ao forno, coloque o recheio de escarola e cubra com o purê de mandioquinha. Polvilhe com o queijo parmesão ralado e leve ao forno para gratinar por cerca de 10 minutos. Sirva a seguir!

DICA

Sei que nem todos gostam e na receita original não havia, mas acrescentei meia xícara de uvas passas brancas hidratadas em água por 15 minutos ao recheio de escarola e ficou uma delícia!

Quibe assado de berinjela

Eu amo berinjela! Seja em qualquer versão: salada, recheada, babaganuche, lasanha,  a parmigiana, a berinjela está sempre presente aqui em casa. Esses dias experimentei também em forma de quibe e adorei! Além de delicioso é saudável, já que não é frito  mas assado. Deixo a receita aqui para vocês. Nessa quantidade serve 2 pessoas.

INGREDIENTES:

– 1 berinjela grande ou 2 médias
– 3 dentes de alho grandes
– 2 colheres de copa de azeite (aproximadamente)
– 1/2 xícara de chá de cebola picada
– 1 colher de sopa de tahine (se não tive não precisa colocar)
– Suco de 1 limão tahiti
– 1/2 xícara de chá de cheiro verde picado
– 1 xícara de chá de trigo para quibe
– 1 e 1/2 xícara de chá de água fervente
– Sal a gosto
– Pimenta do reino a gosto
– Cominho a gosto
– Orégano a gosto

MODO DE PREPARO: pré-aqueça o forno a 200ºC. Corte uma berinjela ao meio, no sentido do comprimento e faça cortes cruzados sobre sua superfície, formando losangos. Deixe de molho em um litro de água com 1 colher de sopa de vinagre durante 15 minutos. Coloque o trigo para quibe em uma vasilha, adicione a água fervente, misture e deixe hidratando até a água secar totalmente, (cerca de 15 minutos). Coloque as metades da berinjela em uma assadeira forrada com papel alumínio juntamente com 3 dentes de alho, regue com cerca de 2 colheres de sopa de azeite, tempere com sal e pimenta do reino a gosto e leve para assar por 30 minutos ou até que a polpa esteja macia.
Retire a assadeira do forno e espere esfriar um pouco. Retire toda a polpa com o auxílio de uma colher e coloque em uma vasilha. Adicione a cebola picada, o cheiro verde, o tahine, os alhos assados picados, o suco de limão e misture. Adicione o trigo hidratado e misture novamente. Tempere com sal, cominho e orégano, mexa e coloque a mistura em uma travessa. Leve para assar a 240ºC por 45 minutos ou até ficar dourado. Regue com azeite e sirva a seguir!

VEJA ABAIXO O VÍDEO DA RECEITA

Nhoque de abóbora

Adoro nhoque! O tradicional – de batata asterix – é um dos meus favoritos. Porém, variar é sempre bom, não é? Ultimamente tenho experimentado os vários tipos de nhoque. Já fiz o de batata doce roxa, o de batata doce branca, o de banana da terra, e ontem fiz o de abóbora, que entre todos, achei o mais complicadinho. Como a abóbora é muito úmida, solta muita água, fica um pouco difícil de dar o ponto, ou seja, a massa fica mais “mole”, não fica tão sequinha como no caso da massa de batata. Mas nada que alguns truques não resolvam. Um deles, é ao invés de cozinhar a abóbora em água, optar por assá-la. Então vamos à receita?

PARA COZINHAR A ABÓBORA NO FORNO

Envolva a abóbora em papel alumínio e leve ao forno até ficar macia.

PARA COZINHAR ABÓBORA NO MICRO-ONDAS

Lave a abóbora (não precisa tirar a casca) e ainda úmida coloque em um recipiente próprio para microondas. Cubra com com uma folha de papel toalha e leve ao microondas na potência alta por aproximadamente 12 a 15 minutos. Quando estiver macia, retire do microondas e espere esfriar. Tire as sementes e com uma colher retire a polpa cozida da abóbora.

INGREDIENTES 

– 2 xícaras de chá de abóbora cozida/assada e amassada (mais ou menos 600 g)
– 1 ovo
– 1 e 1/2 xícara de chá de farinha de trigo ( e mais um pouco para a hora de enrolar)
– 1 colher de chá rasa de sal rasa

MODO DE PREPARO: Coloque a abóbora, o ovo, o sal e a farinha de trigo em uma tigela. Misture tudo até ficar uma massa homogênea. A massa não fica totalmente seca, fica uma massa mais mole. Se ficar muito mole, acrescente um pouco mais de farinha de trigo, isso vai depender do tamanho do ovo e do tipo de abóbora. Depois, pegue pequenas porções da massa, coloque em uma superfície polvilhada com farinha de trigo e faça bolinhos. Corte pedacinhos do rolinho com mais ou menos 1,5 cm. Vá colocando os pedacinhos em uma forma polvilhada com farinha de trigo. Coloque uma panela com água no fogo para ferver. Assim que a água ferver, coloque sal e vá colocando os pedacinhos de nhoque na água fervente. Assim que os nhoques começarem a subir para a superfície da água, retire-os com uma escumadeira e coloque-os em uma forma preparada com um pouco de azeite, apenas para que não grudem. Sirva com o molho de sua preferência.

Dicas

Não use a abóbora morna para fazer a massa, espere ela esfriar totalmente. Isso ajuda no ponto da massa.

Eu optei por servir o nhoque com molho branco, mas ele também vai muito bem com molho de manteiga, com molho de queijo, com molho bolonhesa, com molho de carne seca.

 

Chips de abobrinha no forno

Que tal um petisco saudável, rápido e super saboroso para o happy hour dessa quinta-feira? Esses chips de abobrinha são uma delícia e – se você não estiver de dieta – ficam perfeitos acompanhados por uma cervejinha bem gelada. Mas se você quiser manter a forma ou deixar o álcool só para o fim de semana, ele também vai muito bem com um suco de frutas. Presta atenção que é vapt-vupt!

INGREDIENTES

– 1 abobrinha grande
– azeite
– sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo: corte as pontas da abobrinha e exclua. Corte em fatias bem finas utilizando um mandolim ou ralador. Disponha as abobrinhas em uma base preparada com papel toalha, lado a lado. Salpique sal e deixe descansar por 30 minutos para soltar bem a água. Coloque papel toalha por cima, para retirar toda a água que ela soltou. Em uma forma forrada com papel manteiga culinário, disponha as fatias de abobrinha, pincele azeite (bem pouco para não encharcar) e tempere com pimenta-do-reino moída na hora. Leve ao forno pré aquecido a 180° por aproximadamente 30 minutos, ou até dourar levemente. Retire do forno e espere esfriar. Sirva a seguir!

Legumes crus com queijo de iogurte

Olá seguidorxs do QTMDC! Mais uma vez peço desculpas por ter ficado tanto tempo sem postar por aqui. Passei por momentos difíceis recentemente, com a partida do Billy, meu companheiro de quatro patas. Billy era um cocker dourado lindo e glutão, que eu chamava de meu co-piloto na cozinha. Era só eu começar a preparar algo que lá estava ele, deitado no tapete da cozinha a me observar, e a esperar algum petisco. Billy tinha um coração enorme, maior ainda que as orelhas! Porém, a idade fez com que esse grande coraçãozinho fosse ficando fraco, até parar. Foi uma convivência linda e deliciosa de 15 anos, e tenho certeza que vocês podem imaginar o quanto ele está fazendo falta. E a falta, faz com que a gente perca um pouco a vontade de fazer as coisas, mesmo aquelas que a gente mais gosta. E foi por isso que me ausentei um pouco do blog. Mas dizem que o tempo cura tudo, e dessa forma, aos poucos, estou tentando voltar à minha rotina… Ou melhor, aos poucos estou tentando criar uma nova rotina sem ele, o que tem sido bem doloroso, mas sei que de uma forma ou de outra ele estará sempre comigo!
A receita de hoje é como o Billy, linda e alegre! Sempre gostei de fazer palitos de cenoura e pepinos com molhinhos como petiscos para recepções e festas, e quando vi essa opção de queijo de iogurte como acompanhamento para os legumes em um dos episódios do Cozinha Prática da Rita Lobo, adorei. É muito fácil, você só precisa fazer com antecedência, pois o soro tem que ficar drenando por no mínimo 8 horas.

PARA O QUEIJO DE IOGURTE

INGREDIENTES

– 4 potes de iogurte natural (170 g cada)
– 1 colher de chá de sal
– folhas de hortelã picadas a gosto
– orégano a gosto
– azeite a gosto
–  sal a gosto

MODO DE PREPARO: forre uma peneira com um pano de algodão fino e limpo e apoie sobre uma tigela funda – se a tigela for rasa, o soro drenado fica em contato com o iogurte. Pode ser papel toalha ou filtro de café descartável também, eu testei e deu certo! Numa tigela, misture o iogurte com o sal e transfira para a peneira forrada. Leve para a geladeira e deixe drenar por 8 a 12 horas – o iogurte vai liberar o soro aos poucos e ficar com a consistência de uma coalhada firme. Se necessário, durante a drenagem, descarte o líquido para evitar o contato do soro com o iogurte. Assim que estiver firme, retire da geladeira.
Para temperar com hortelã: numa tigela pequena, misture metade do queijo com a hortelã picada e 1 colher de sopa de azeite. Prove e acerte o sal. Regue com um fio de azeite e decore com folhas de hortelã.
Para temperar com orégano: numa tigela, coloque cerca de 3 colheres de sopa de azeite. Com o auxílio de 2 colheres de sobremesa, raspe e modele o queijo, formando bolinhas. Transfira para a tigela com azeite, tempere com orégano a gosto e regue com mais um fio de azeite.
Eu fiz em 3 versões,  com hortelã, com orégano e puro, apenas com azeite.
Conserve na geladeira, coberto com filme, por até 5 dias.

PARA OS LEGUMES

INGREDIENTES

– 1 cenoura média
– 1 pepino japonês
– 1 pimentão amarelo
– 4 rabanetes pequenos

MODO DE PREPARO: lave e seque a cenoura, o pepino, o pimentão amarelo e os rabanetes. Descasque, descarte as pontas e corte a cenoura ao meio, no sentido da largura. Corte cada metade em fatias e as fatias em tiras. Descarte as pontas e corte o pepino ao meio, no sentido do comprimento. Com uma colher de chá, raspe e descarte as sementes do pepino. Corte cada metade ao meio, no sentido da largura e fatie em tiras grossas. Corte o pimentão ao meio, no sentido do comprimento. Corte e descarte as pontas, sementes e a parte branca do pimentão. Fatie cada metade em tiras de cerca de 1 cm de espessura. Mantenha a casca e parte da rama dos rabanetes. Corte cada um em quartos. Numa travessa grande, disponha os legumes fatiados e sirva a seguir com o queijo de iogurte temperado.