Banana caramelada com suspiro

Lembra daquele suspiro que postei no instagram do QTMDC na semana passada? Então, olha só o que fiz com ele! Que tal começar a semana com esse doce rápido, que leva pouquíssimos ingredientes e que fica uma delícia?

INGREDIENTES
– 5 bananas-nanicas
– 2 xícaras de chá de açúcar
– 2 xícaras de chá de água
– 3 claras 

MODO DE PREPARO: preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média). Numa panela média, coloque a metade do açúcar. Leve ao fogo alto e, quando começar a formar um caramelo, retire do fogo e coloque a água de uma vez. Abaixe o fogo para médio e, com uma colher, misture até dissolver. Coloque as bananas neste caramelo e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos com a panela tampada. Retire as bananas da panela e transfira para um refratário que vá do forno à mesa. Reserve.

Na batedeira, coloque as claras e bata até o ponto neve. Adicione aos poucos a xícara de açúcar restante, batendo entre cada adição. Espalhe as claras por cima das bananas. Leve o refratário ao forno preaquecido para assar até que comece a dourar. Retire do forno e sirva quente.

DICA

Ele fica mais gostoso servido quente, mas também pode ser servido gelado! É só deixar esfriar e levar à geladeira após retirar do forno.

 

 

 

 

 

 

Brigadeiro de microondas com gergelim

img_5457Que tal dar um toque oriental ao bom e velho brigadeiro pra variar um pouco? É só substituir o granulado por gergelim. Fica uma delícia e a mistura de texturas fica incrível!
Acho que nunca passei a receita do meu brigadeiro aqui, né? Eu costumo fazer no microondas, que é bem mais prático e fica pronto rapidinho. Aí vai:

INGREDIENTES

– 1 lata de leite condensado.
– 4 colheres de chocolate em pó ou achocolatado.
– 1 colher de sopa de manteiga sem sal.
– 1 xícara de chá de gergelim (aproximadamente).

MODO DE PREPARO: em um refratário de vidro alto, misturar todos os ingredientes e levar ao microondas por 7 minutos na potência alta, mexendo de 2 em 2 minutos. Desligar e deixa esfriar. Enrolar e passar no gergelim.

img_5455

DICA

O refratário deve ser alto, pois quando levado ao microondas, a mistura do brigadeiro ferve e sobe.

 

Caldo de legumes caseiro

Esse caldo de legumes dá um sabor super especial a sopas, risotos e molhos, além de ser muito mais saudável e gostoso que os caldos industrializados. Acredite, é muito fácil de fazer, e para deixar tudo ainda mais prático, ele pode ser congelado!

INGREDIENTES

– 2 cenouras

– 2 talos de salsão (as folhas de 1)

– 1 cebola grande

– 2 l de água

– 2 folhas de louro

– 2 cravos-da-índia

– 5 grãos de pimenta-do-reino

MODO DE PREPARO: lave bem todos os legumes. Descasque a cebola e corte em quatro partes. Corte a cenoura em fatias grossas e o salsão, em pedaços de cerca de 5cm. Numa panela, junte os legumes, as folhas de salsão e os temperos. Adicione a água e leve ao fogo alto. Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos. Desligue o fogo e, com uma peneira fina, coe o caldo. Conserve na geladeira por até 5 dias ou congele por 3 meses.

DICA

Se for congelar, para facilitar o uso posteriormente, use forminhas de gelo.

Dica do fim de semana: Jesuíno Brilhante

Em uma casa simples no bairro de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, fica o Jesuíno Brilhante. A proposta do restaurante é servir pratos típicos da culinária do Rio Grande do Norte, como se come lá! E eles cumprem com o objetivo. No cardápio: carne de sol preparada de várias formas – na chapa, na nata, em forma de paçoca e até de sanduíche, guisado, cuscuz nordestino, arroz de leite, feijão de corda, entre outras delícias. Bem diferente do que estamos acostumados a ver nos restaurantes típicos nordestinos, que geralmente oferecem comidas de outras regiões. Tudo é servido em pratos ou marmitinhas de alumínio, o que nos faz entrar ainda mais no clima e nos sentirmos como se estivéssemos em algum restaurante simples do sertão potiguar. Fomos de carne de sol na chapa acompanhada de macaxeira na manteiga, farofa d’água e queijo coalho (R$32, ressaltando que o prato custa R$27, mas, como adicionei o queijo coalho, foram acrescidos mais R$5), e de carne de sol na nata acompanhada de arroz de leite e cuscuz nordestino (R$24). Ambos os pratos muito bem preparados e gostosos. A carne na chapa estava bem macia e a carne na nata muito cremosa! De sobremesa, o quebra-queixo de coco queimado suuuper puxa-puxa. Saboreamos tudo ao som de Luiz Gonzaga – que eu amo – em um ambiente, que, apesar de reduzido, é muito agradável.

Jesuíno Brilhante
Rua Arruda Alvim, nº180 -Pinheiros
São Paulo – S.P.

Risoto básico de queijo parmesão

O primeiro risoto a gente não esquece! E vocês acreditam que eu nunca tinha feito um? Sempre achei que fosse difícil, que precisaria de ingredientes complicados… Pois bem, essa semana criei coragem, busquei uma receita básica e me aventurei. Se você também quiser perder o medo, já adianto que é super fácil. Talvez o mais difícil seja achar o ponto certo, mas aí vai da intuição e da experiência em “devorador de risotos”. hehehe… O quero dizer, é que se você já comeu um, saberá mais ou menos qual é o ponto. Tem que ficar um pouco “al dente”, mas não muito. Lembrando que esse risoto vai muito bem com uma carne vermelha. Então vamos à receita!

PARA O RISOTO

INGREDIENTES

– 1/2 cebola picada
– 2 colheres de sopa de manteiga
– 1 xícara de chá de arroz arbório
– 1/2 xícara de chá de vinho branco seco
– 3 xícaras de chá de água fervente com 2 tabletes de caldo de legumes dissolvidos ou a mesma quantidade de caldo caseiro
– 1/2 xícara de parmesão ralado
– Pimenta do reino ou pimenta branca moída na hora
– 1 colher de sopa de manteiga para finalizar

MODO DE PREPARO: coloque a água para ferver e dissolva nela os tabletes de caldo de legumes. Depois que ferver, desligue e mantenha a panela com água ao lado da panela em que fará o risoto. se usar caldo caseiro é mais saudável e fica muito mais gostoso. Aqueça a manteiga e refogue a cebola em fogo baixo até ficar transparente. Junte o arroz e misture bem. Adicione o vinho branco, mexa e mantenha no fogo baixo até que ele evapore. Pegue uma concha do caldo de legumes e junte ao arroz. Mexa para evitar que grude no fundo até que seque, quando estiver quase secando, adicione mais uma concha do caldo. Repita a operação (em fogo baixo), até que o arroz fique macio mas ainda um pouco “al dente”. Desligue o fogo, junte o parmesão, a manteiga e polvilhe um pouco de pimenta. Mantenha a panela alguns minutos fechada. Sirva a seguir!

PARA O CALDO DE LEGUMES CASEIRO

INGREDIENTES

– 2 cenouras
– 2 talos de salsão (as folhas de 1)
– 1 cebola grande
– 2 l de água
– 2 folhas de louro
– 2 cravos-da-índia
– 5 grãos de pimenta-do-reino

MODO DE PREPARO: lave bem todos os legumes. Descasque a cebola e corte em quatro partes. Corte a cenoura em fatias grossas e o salsão, em pedaços de cerca de 5cm. Numa panela, junte os legumes, as folhas de salsão e os temperos. Adicione a água e leve ao fogo alto. Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos. Desligue o fogo e, com uma peneira fina, coe o caldo. Conserve na geladeira por até 5 dias ou congele por 3 meses.

 

Escondidinho de camarão

Ah… Esse friozinho que está fazendo em São Paulo pede pratos com molhos, purês, queijos, todas essas coisas gostosas e quentinhas, né? E o que junta tudo isso em um só potinho?! O escondidinho! Já postei aqui uma receita de escondidinho de carne moída com batata super simples e gostoso, com ingredientes que todo mundo tem em casa, mas o de hoje é um pouco mais elaborado, com camarão e mandioca, ou como diriam os nordestinos, macaxeira.  Porém, embora seja um escondidinho com ingredientes que nem sempre estão à mão, ele é super fácil de fazer. Aliás, a receita foi totalmente adaptada, fiz na intuição. Então, se você quiser mudar um ingrediente ou outro, adicionar alguma coisa, mudar algum passo, fique á vontade!

INGREDIENTES

PARA O RECHEIO DE CAMARÃO

– 200g de camarão médio limpo (eu usei o  congelado já cozido)
– 2 tomates pelados picados com um pouco do molho (por volta de 1/4 de xícara)
– 1 colher de sopa de polpa de tomate
– 1 colher de sopa de creme de leite de caixinha
– salsinha picada a gosto
– 1/2 cebola picadinha
– 2 dentes de alho amassados
– 1 1/2 colher de sopa de azeite

MODO DE PREPARO: Em uma panela, levar a cebola para refogar no azeite. Quando ela começar a ficar transparente, adicionar o alho amassado e deixar refogar até que fique levemente dourado. Acrescentar os camarões. Se estiver usando o camarão fresco, deixar fritar até que passem de transparentes a uma coloração opaca rosa esbranquiçada. Se estiver usando o camarão congelado já cozido, deixe fritar por mais ou menos 1 minuto. Em ambos os casos, cuidado para não passar do ponto, pois ele fica borrachudo. Adicionar então os tomates pelados com o molho e a polpa de tomate, e deixar cozinhar por uns 2 minutos. Em seguida, adicione o creme de leite e mexa bem até incorporá-lo ao molho. Corrija o sal se necessário. Acrescente a salsinha picada e desligue o fogo.

PARA O PURÊ

– 3 mandiocas médias descascadas e cortadas em rodelas.
– 1 colher de sopa de sal.
– 1 colher bem cheia de manteiga
– 1/4 de xícara de leite integral
– 3 colheres de sopa de creme de leite
– noz moscada ralada a gosto

MODO DE PREPARO: Em uma panela grande, cubra as mandiocas de água. Adicione o sal e leve ao fogo alto. Elas devem cozinhar até ficarem bem molinhas. Teste com um garfo, ele deve atravessá-las facilmente. Quando as mandiocas estiverem no ponto, escorra e leve-as ao processador ou liquidificador ou bata com o mixer, com o restante dos ingredientes – manteiga, leite, creme de leite, noz moscada – e bata até ficar com consistência de purê mole.

MONTAGEM

– queijo parmesão ralado no ralo grosso.
– requeijão cremoso

Em um recipiente médio ou em recipientes individuais, coloque primeiro o recheio de camarão. Em seguida, adicione o purê de mandioca até que cubra todo o recheio. Por cima do purê, coloque colheradas de requeijão, e finalize com bastante queijo parmesão ralado. Leve ao forno para gratinar. Sirva a seguir!

DICAS

O purê do escondidinho deve ficar mais molinho que o purê que normalmente fazemos como acompanhamento de pratos. A consistência dele depende muito da qualidade da mandioca. Por isso, caso após acrescentar o leite ele ainda fique pesado, acrescente mais um pouco, até ficar na consistência desejada.

Escondidinho não necessita acompanhamento, mas um arroz de côco acompanha muito bem!

Canjica

Para continuar na sequência das receitas de festas juninas e comemorar a chegada do inverno, que começa hoje, que tal uma canjica quentinha? Essa receita é realmente excepcional, tenho certeza que você nunca comeu uma canjica tão cremosa como essa!

INGREDIENTES

– 1 xícara de chá de canjica
– 1 litro de água
– 1 garrafa de leite de coco (200 ml)
– 2 canelas em rama
– 1 xícara de leite
– 1 lata de leite condensado
– canela em pó para polvilhar

MODO DE PREPARO: numa tigela grande coloque a canjica e regue com a água. Cubra com um prato e leve para a geladeira. Deixe de molho por 12 horas. Passado o tempo do demolho, transfira a canjica com a água para a panela de pressão. Junte o leite de coco e a canela em rama e misture. Tampe a panela e leve ao fogo médio para cozinhar. Quando começar a apitar, diminua o fogo e deixe cozinhar por 25 minutos. Após os 25 minutos de cozimento, desligue o fogo e espere toda a pressão sair antes de abrir. Abra a panela, misture 1 xícara de leite e 1 lata de leite condensado e mexa bem. Leve a panela sem a tampa de volta ao fogo baixo e deixe cozinhar por mais 10 minutos, mexendo de vez em quando. Transfira a canjica para um recipiente, polvilhe canela em pó, e pronto!

DICA

Se quiser uma canjica menos cremosa, é só adicionar mais leite.

Se quiser, também pode adicionar cravo junto com a canela em rama. Confesso que prefiro sem, pois não sou muito fã de cravo.