Banana caramelada com suspiro

Lembra daquele suspiro que postei no instagram do QTMDC na semana passada? Então, olha só o que fiz com ele! Que tal começar a semana com esse doce rápido, que leva pouquíssimos ingredientes e que fica uma delícia?

INGREDIENTES
– 5 bananas-nanicas
– 2 xícaras de chá de açúcar
– 2 xícaras de chá de água
– 3 claras 

MODO DE PREPARO: preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média). Numa panela média, coloque a metade do açúcar. Leve ao fogo alto e, quando começar a formar um caramelo, retire do fogo e coloque a água de uma vez. Abaixe o fogo para médio e, com uma colher, misture até dissolver. Coloque as bananas neste caramelo e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos com a panela tampada. Retire as bananas da panela e transfira para um refratário que vá do forno à mesa. Reserve.

Na batedeira, coloque as claras e bata até o ponto neve. Adicione aos poucos a xícara de açúcar restante, batendo entre cada adição. Espalhe as claras por cima das bananas. Leve o refratário ao forno preaquecido para assar até que comece a dourar. Retire do forno e sirva quente.

DICA

Ele fica mais gostoso servido quente, mas também pode ser servido gelado! É só deixar esfriar e levar à geladeira após retirar do forno.

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Pudim de Nutella de caneca com calda de caramelo

Hoje o “Quem Tem Medo de Cozinha” comemora três meses de vida e 7.000 acessos! Estou muito feliz que o blog esteja caminhando bem e gostaria de agradecer a todos e todas que passaram por aqui, deixaram suas dicas, seus comentários, suas sugestões, seu incentivo! É uma satisfação enorme quando alguém me escreve dizendo que fez alguma receita e que deu certo. É uma delícia saber que o blog tem sido útil, tanto para os que estão começando a se aventurar na cozinha, quanto aos que já cozinham há algum tempo e que buscam um prato diferente, uma receita nova. Saibam que eu também estou aprendendo muito com o blog, e estou amando trocar minhas experiências com vocês! Deixo aqui o meu muito obrigada e mais uma receita pra adoçar a segunda-feira e começar bem o mês que está entrando. Que agosto seja doce!

Uma das receitas que mais teve acesso por aqui, foi a do pudim de leite condensado de caneca no microondas. Por isso, resolvi postar hoje uma outra versão para o mesmo pudim. A receita é praticamente a mesma, mas com um toque a mais de doçura e sabor: nutella. Assim como o de leite condensado, esse pudim fica incrível e não deixa nada a desejar aos feitos em forno convencional. E o melhor, já vem em porções individuais!

PARA A CALDA

Ingredientes

– 1 colher de sopa de açúcar.

– 1 colher de sopa de água.

Modo de preparo: coloque em uma caneca, 1 colher de açúcar com colher de água e misture. Leve ao microondas em potência máxima por 30 segundos. Veja se a calda ficou dourada (caramelizada), caso não esteja, coloque mais 30 segundos. Repita esse procedimento de ir colocando de 30 em 30 segundos até que a calda fique no ponto. Mas cuidado, não deixe mais de 30 segundos direto, pois a calda pode queimar e ficar amarga. No meu caso, a calda levou 2 minutos para caramelizar, mas como o tempo depende da potência do microondas, isso pode variar. Depois que estiver no ponto, distribua a calda em toda a caneca (vá girando a caneca para que a calda suba nas laterais). Reserve.

PARA O PUDIM

Ingredientes

– 1 ovo.

– 8 colheres de leite condensado.

– 8 colheres de leite.

– 2 colheres de sobremesa de nutella.

Modo de preparo: em uma tigelinha, coloque 1 ovo e bata com um garfo. Adicione as 8 colheres de leite condensado, as 8 colheres de leite e as 2 colheres de nutella, e bata mais um pouco até ficar um creme homogêneo.

MONTAGEM

Na caneca caramelizada, coloque a mistura do pudim, de forma que não preencha mais que metade da caneca, para não ter perigo de transbordar. Leve ao microondas em potência máxima por 1 minuto. Se o creme continuar muito líquido, coloque mais 30 segundos. Vá colocando de 30 em 30 segundos até ficar um creme consistente. Geralmente não passa muito de 2 minutos, porém, como depende da potência de cada microondas, o ideal é ir olhando no final de cada rodada. O ponto final, é o de um pudim mole, pois ele continua o cozimento mesmo após desligado. Leve à geladeira para esfriar e só desenforme depois.

Dica

O pudim sobe bastante mesmo quando está no micro, mas não se preocupe, se você colocou o creme até no máximo até a metade da caneca, ele não irá transbordar.

Bolo invertido de banana

Segunda-feira, primeiro dia do mês de junho e parece que o frio chegou pra ficar em São Paulo. Dezessete graus, tempo nublado, garoa fina. A semana começa tranquila, e no meio da tarde, vem uma vontade repentina de comer o bolo de banana invertido que a minha mãe costumava fazer na minha adolescência. Primeiro ela caramelizava a forma e então eu sentia aquele cheirinho de açúcar queimado vindo da cozinha. Depois, quando ela colocava o bolo para assar, era o cheiro do caramelo misturado com as bananas que perfumava a casa inteira. Mergulhada em minhas lembranças olfativas, percebo que não conseguirei passar essa tarde sem o bendito bolo da minha mãe. Vou pra cozinha e começo a produção. No fim da tarde, aqui estava eu, sentada no sofá, me deliciando com uma xícara de café e uma fatia generosa de bolo invertido de banana!

Para o caramelo

Ingredientes

– 1 xícara de açúcar.

– 1/2 xícara de água.

– 3 bananas nanicas grandes cortadas em fatias finas, no sentido do comprimeto.

Modo de preparo: levar o açúcar na própria forma, diretamente à boca do fogão e em fogo baixo, até derreter e começar a caramelizar. Adicionar a água e ir girando a forma para que os cristais de açúcar dissolvam por completo. Utilizar um pano de prato ou luva térmica para segurar a forma, pois ela estará muito quente! Quando a calda estiver pronta, colocar as bananas cortadas até preencher o fundo da forma.

Para o bolo

Ingredientes

– 3 ovos.

– 1 xícara de açúcar.

– 1/2 xícara de maisena.

– 1 1/2 xícara de farinha de trigo.

– 2 colheres de sopa de margarina.

– 1/2 xícara de leite  em temperatura ambiente.

– 1 colher de sopa de fermento em pó.

Modo de preparo: bater as claras dos 3 ovos em neve e reservar. Bater as 3 gemas, o açúcar e a margarina na batedeira até dobrar o volume. Ir acrescentando aos poucos a farinha de trigo misturada com a maisena e o leite. Acrescentar as claras em neve até incorporá-las à massa e por último, adicionar o fermento. Jogar a massa na forma, sobre as bananas com o caramelo e levar ao forno pré-aquecido, a 180º por aproximadamente 30 minutos. Desenformar ainda quente.

Dicas

Cuidado ao fazer a calda de caramelo para que ela não escureça demais e acabe ficando amarga.

Depois de bater a mistura de gema, açúcar e margarina na batedeira, misturei os outros ingredientes com um batedor de arame, na mão. Dizem que dessa forma, sem bater a farinha na batedeira, o bolo fica mais fofinho.

Para essa receita, foi usada uma forma de 24cm de diâmetro.

Pudim de claras

Domingo é dia das mães e, na minha opinião, a sobremesa que mais combina com esse dia, é pudim de claras. Acho que pelo fato dele ser doce, delicado, suave, macio, assim como a nossa mãe! Fora que a textura dele é inigualável, um pedacinho de nuvem que derrete na boca… Humm…! Definitivamente, pudim de claras me remete a carinho de mãe! Esse da foto fiz há algum tempo, foi o meu primeiro. Não ficou lá muito bonito, mas acreditem, o sabor estava maravilhoso. Pra quem quiser presentear a mãe com esse carinho em forma de sobremesa, aí vai a receita. Ela merece!

Para a calda

Ingredientes:

– 3/4 de xícara de chá de açúcar.

– 1/4 de xícara de chá de água.

Modo de preparo: dissolver a água com o açúcar em uma recipiente. Transferir a mistura para a forma onde o pudim será feito. Levar a forma ao fogo baixo até cozinhar sem mexer. A calda irá engrossar e ficar com uma coloração dourada. Esse processo levará de 8 a 10 minutos. Quando estiver no ponto, segurar a forma e ir girando para que a calda se espalhe por todo o fundo e laterais. Não se esqueça de usar uma luva ou proteger a mão com o pano de prato, pois a forma estará bem quente!

Para o pudim

– 5 claras.

– 1 xícara de chá de açúcar.

– 1 pitada de sal.

– água fervente.

Modo de preparo: bater as claras com 1 pitada de sal na batedeira em velocidade baixa. Assim que começarem a espumar, aumentar a velocidade até ficar em ponto de neve firme (cerca de 15 minutos). Acrescentar o açúcar aos poucos, sem desligar a batedeira. Bater até formar um merengue bem firme (aproximadamente 10 minutos). Transfira o merengue para a forma com uma colher de sopa. Vá fazendo por camadas: coloque uma camada, alise bem com a colher (pode até dar uma forçadinha para ele ficar bem compactado, mas não aperte muito para não tirar a fofura das claras) e depois dê umas batidinhas na bancada, para que o merengue se acomode e fique bem homogêneo. Quando finalizar as camadas, coloque a forma em uma assadeira retangular com a água fervente e leve ao forno pré-aquecido em temperatura baixa (150º) em banho-maria, por aproximadamente 1 hora, ou até que o pudim fique firme e dourado. Ele irá crescer bastante, porém, quando sair do forno voltará a altura original. Retirar do forno e aguardar uns 5 minutos antes de desenformar. Após desenformar, levar à geladeira.

Dicas

Passe uma faquinha de ponta arredondada nas laterais na hora de desenformar, pois as bordas costumam grudar na forma.

Desenforme o pudim em um prato com borda alta, pois a calda irá escorrer.

Eu usei uma forma pequena (20cm de diâmetro) para estas medidas, se quiser fazer um pudim maior, é só dobrar a receita.