Bolo de chocolate de liquidificador

Segunda-feira, véspera de feriado para alguns e emenda de feriado para outros, um tempinho frio e chuvoso em São Paulo. Isso pede o quê?! Um bolo de chocolate daqueles bem fofinhos, gostosos e rápidos de preparar! Vamos nessa então? Eu peguei essa receita de um site, e ela tinha como título “bolo de chocolate molhadinho”. Porém, depois que provei, não achei ele tão molhadinho assim. Pode até ser porque, na falta do chocolate em pó e com preguiça de sair pra comprar, eu tenha usado o achocolatado… Mas o fato é que ele é muito mais fofo que molhado. É bem úmido, mas não diria molhadinho. De qualquer forma, ele é super gostoso e essa coberturinha dá uma cremosidade toda especial, vale a pena experimentar!

PARA A MASSA

INGREDIENTES

– 1 xícara de chá de leite morno

– 3 unidades de ovo

– 4 colheres de sopa de margarina derretida

– 2 xícaras de chá de açúcar

– 1 xícara de chá de chocolate em pó

– 2 xícaras de chá de farinha de trigo

– 1 colher de sopa de fermento químico em pó

Modo de preparo: bater todos os ingredientes com exceção do fermento no liquidificador por aproximadamente 3 minutos. A seguir, acrescente o fermento e bata por alguns segundos, apenas para misturar. Coloque em uma forma redonda untada e enfarinhada, e leve ao forno preaquecido a 180° por aproximadamente 40 minutos.

PARA A COBERTURA

INGREDIENTES

– 1 xícara de chá de açúcar

– 3 colheres de sopa de amido de milho

– 5 colheres de sopa de chocolate em pó

– 1 xícara de chá de água

– 3 colheres de sopa de margarina ou manteiga

Modo de preparo: colocar todos os ingredientes em uma panela e levar ao fogo mexendo sempre, até engrossar e ficar com ponto de brigadeiro. Cobrir o bolo em seguida.

 

 

 

 

Dica do fim de semana: MoDi Gastronomia

Pode dar dica de fim de semana na segunda-feira?! 😁

Não consegui postar no final de semana, me perdoem. Prometo que depois posto uma receita bem gostosa para compensar a minha falha!

Há algum tempo tinha vontade de conhecer o restaurante MoDi. Confesso que o desejo vinha mais da arquiteta do que da blogueira amante da gastronomia, pois certa vez assisti uma matéria sobre o restaurante  e sobre o  edifício em que ele se encontra e me encantei. Situado na rua Alagoas, no bairro de Higienópolis, de frente para a charmosíssima praça Buenos Aires, fica o Edifício Paquita. O prédio, erguido nos anos 40, é um dos mais belos exemplares de edifício modernista de São Paulo. No térreo do edifício, circundado pela bela fachada de vidro e em meio aos pilares que sustentam o pé-direito duplo de 6m, está o MoDi. Embora tenha me interessado primeiramente pelo edifício, posso dizer que me impressionei igualmente com o restaurante. Nesse ambiente belo e aconchegante, a casa aposta na simplicidade. Despojado e de inspiração italiana, o forte do restaurante são as massas, feitas na própria casa. Com preços bem abaixo da média que a maioria dos restaurantes da região, os pratos variam entre R$25,00 e R$33,00, e a opção mais cara do cardápio é a paleta de cordeiro com massa, que sai por R$44,00. Uma ótima opção é o bigoli in salsa (foto), a R$29,00. O fusilli ao ragu de linguiça picante – nem tão picante assim -, a R$26,00 também é delicioso. O couvert de R$ 5 traz focaccia caseira e capponata. As entradas vão de R$ 7,00, como a sopa fria de beterraba, a R$ 17,00, como o crocante filé à milanesa com tomate. A minha preferia é o ravióli de gema caipira na manteira de trufas, a R$ 13,00. Entre as sobremesas, o cannoli siciliano (R$11,00) é sempre uma boa pedida!

MoDi Gastronomia
Rua Alagoas, nº475 – Higienópolis
São Paulo – S.P.
https://www.facebook.com/ModiGastronomia

Arroz com lentilhas (mjadra)

Pensando no almoço, querendo algo prático, que não me tome muito tempo e que não suje muita louça. Falo comigo mesma: será que isso existe?! Então abro a despensa e dou de cara com um saquinho de lentilhas. Logo me veio à cabeça o mjadra, ou arroz com lentilha. O mjadra tem origem persa e seu nome pode variar de acordo com o país (kushari no Egito, mudardara na Síria), assim como o seu preparo. Para esta receita, fiz um apanhado dessas variações de preparo e criei o meu próprio prato, que ficou digamos assim, meio abrasileirado!

Ingredientes:

– 1 1/2 xícara de lentinhas cruas lavadas e escorridas.

– 1 1/2 xícara de arroz cru.

– 1/4 de xícara de cebola em cubos para o refogado.

– 1 dente de alho.

– 1 colher de chá de sal.

– pimenta do reino a gosto.

– 1/2 cebola grande cortada em tiras para a decoração.

– aproximadamente 6 xícaras de água fervente

– azeite.

Modo de preparo: Em uma panela esquentar aproximadamente 2 colheres de sopa de azeite e refogar 1/4 de xícara de cebola até começar a ficar transparente. Adicionar 1 dente de alho e refogar até dourar. Em seguida, misturar 1 1/2 xícara de lentilhas lavadas e escorridas e temperar com 1 colher de chá de sal e pimenta do reino a gosto. Fritar um pouco as lentilhas no azeite com o refogado, e adicionar 3 xícaras de água fervente. Cozinhar as lentilhas até que elas fiquem macias, porém, não muito moles pois ainda irão cozinhar com o arroz. Assim que as lentilhas estiverem macias, adicionar a 1 1/2 xícara de arroz e misturar bem. Adicionar água fervente  até mais ou menos 2 dedos acima do nível da mistura. Deixe levantar fervura em fogo alto e quando a água estiver nivelada com o arroz, abaixe o fogo e tampe a panela até secar.

Enquanto o arroz com lentilha não fica pronto, faça as cebolas para colocar por cima: em uma panela, aqueça bem aproximadamente 2 colheres de azeite e jogue 1/2 cebola grande cortada em tiras. Tempere com sal e frite até ficar bem dourada. Retire do azeite com uma escumadora e escorra em papel toalha. Quando o arroz com a lentilha ficar pronto, jogue a cebola frita por cima. Simples, né?

Dicas:

Se a água do arroz secar e ele ainda estiver duro, vá adicionando água fervente até que fique pronto.

Se tiver em casa e preferir, substitua a pimenta do reino por uma pitada de pimenta síria.

Eu adicionei algumas gotas de molho shoyu (umas 5 gotas) e 1 colher de chá rasa de açúcar mascavo na hora de fritar a cebola. As tiras ficaram bem douradas e meio adocicadas. Gostei!

Bem-vindos ao “Quem tem medo de cozinha?”

Se você tem medo de cozinha por achar que não sabe cozinhar, esse é o seu lugar! No “Quem tem medo de cozinha?” você vai descobrir que todo mundo é capaz de fazer um prato lindo e saboroso se tiver coragem, disposição, e claro, se seguir o passo a passo da receita direitinho. Vai descobrir também que cozinhar pode ser uma ótima forma de divertimento e  uma deliciosa forma de relaxar. Arquiteta por formação, fotógrafa por opção e chef – da minha cozinha – por diversão, neste blog postarei minhas receitas preferidas de petiscos, entradas, pratos principais, acompanhamentos, sobremesas, todas muito práticas e gostosas. Receitas fáceis que irão fazer você perder o medo da cozinha! Pretendo também dar dicas de lugares para compra de ingredientes, dicas de restaurantes, de bares, de cafés, entre outros pitacos gastronômicos. Então chega de medo, tome coragem, mãos à obra e bon appétit!

Dedico este blog a minha irmã Carolina, meu cunhado Renan, e a todos os amigos que sempre me pedem receitas. Por aqui será mais fácil compartilhá-las com todos de uma só vez! Dedico também este pedacinho das minhas aventuras gastronômicas ao meu companheiro Carlos que – sem medo – tem sido cobaia de minhas experiências na cozinha, e aos meus pais, com quem aprendi a gostar de cozinhar e de comer bem!