Risoto básico de queijo parmesão

O primeiro risoto a gente não esquece! E vocês acreditam que eu nunca tinha feito um? Sempre achei que fosse difícil, que precisaria de ingredientes complicados… Pois bem, essa semana criei coragem, busquei uma receita básica e me aventurei. Se você também quiser perder o medo, já adianto que é super fácil. Talvez o mais difícil seja achar o ponto certo, mas aí vai da intuição e da experiência em “devorador de risotos”. hehehe… O quero dizer, é que se você já comeu um, saberá mais ou menos qual é o ponto. Tem que ficar um pouco “al dente”, mas não muito. Lembrando que esse risoto vai muito bem com uma carne vermelha. Então vamos à receita!

PARA O RISOTO

INGREDIENTES

– 1/2 cebola picada
– 2 colheres de sopa de manteiga
– 1 xícara de chá de arroz arbório
– 1/2 xícara de chá de vinho branco seco
– 3 xícaras de chá de água fervente com 2 tabletes de caldo de legumes dissolvidos ou a mesma quantidade de caldo caseiro
– 1/2 xícara de parmesão ralado
– Pimenta do reino ou pimenta branca moída na hora
– 1 colher de sopa de manteiga para finalizar

MODO DE PREPARO: coloque a água para ferver e dissolva nela os tabletes de caldo de legumes. Depois que ferver, desligue e mantenha a panela com água ao lado da panela em que fará o risoto. se usar caldo caseiro é mais saudável e fica muito mais gostoso. Aqueça a manteiga e refogue a cebola em fogo baixo até ficar transparente. Junte o arroz e misture bem. Adicione o vinho branco, mexa e mantenha no fogo baixo até que ele evapore. Pegue uma concha do caldo de legumes e junte ao arroz. Mexa para evitar que grude no fundo até que seque, quando estiver quase secando, adicione mais uma concha do caldo. Repita a operação (em fogo baixo), até que o arroz fique macio mas ainda um pouco “al dente”. Desligue o fogo, junte o parmesão, a manteiga e polvilhe um pouco de pimenta. Mantenha a panela alguns minutos fechada. Sirva a seguir!

PARA O CALDO DE LEGUMES CASEIRO

INGREDIENTES

– 2 cenouras
– 2 talos de salsão (as folhas de 1)
– 1 cebola grande
– 2 l de água
– 2 folhas de louro
– 2 cravos-da-índia
– 5 grãos de pimenta-do-reino

MODO DE PREPARO: lave bem todos os legumes. Descasque a cebola e corte em quatro partes. Corte a cenoura em fatias grossas e o salsão, em pedaços de cerca de 5cm. Numa panela, junte os legumes, as folhas de salsão e os temperos. Adicione a água e leve ao fogo alto. Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos. Desligue o fogo e, com uma peneira fina, coe o caldo. Conserve na geladeira por até 5 dias ou congele por 3 meses.

 

Anúncios

Espaguete à carbonara – o legítimo

Uma das minhas massas favoritas é o espaguete à carbonara, ou spaghetti alla carbonara, se preferir. Além de ser um dos meus molhos preferidos, acho que o carbonara combina muito bem com inverno. Apesar de aderir quase que totalmente à massa e portanto não ser um molho tão abundante como um molho ao sugo, ou um molho cremoso de queijo – que diga-se de passagem, são molhos que também esquentam qualquer estômago – os sabores fortes e acentuados dos queijos pecorino e parmesão e do bacon, juntamente com os ovos, me trazem muito conforto em dias frios.

Existem muitas versões de como o molho carbonara possa ter surgido. A mais conhecida é que tenha surgido na Itália, na região de Úmbria, criada por trabalhadores das minas (carbonari) de carvão (carbone). Assim como a sua origem, a receita também tem várias versões. A que deixo aqui para vocês é a receita do carbonara mais tradicional, que também é a que costumo fazer sempre aqui em casa e fica uma delícia!

Ingredientes

– 300 g de pancetta (ou bacon em cubos).

– 1 dente de alho descascado apenas amassado com a faca.

– 1 colher de sopa de azeite.

– 600 g de espaguete cozido al dente.

– 5 ovos (1 para cada pessoa).

– 5 colheres de sopa de queijo parmesão ralado.

– 5 colheres de sopa de queijo pecorino ralado.

– Pimenta-do-reino e sal a gosto.

Modo de preparo: corte a pancetta em pedacinhos pequenos, ou utilize o bacon comprado em cubos.  Em um recipientes, bata dos ovos e tempere com pimenta-do-reino. Adicione os queijos ralados, misture e reserve. Cozinhe a massa. Enquanto a massa cozinha, em uma frigideira, coloque o azeite e o alho amassado. Frite um pouco o alho e junte a pancetta ou o bacon até ficar dourada/o e soltar a gordura. Quando o alho estiver dourado pode retirá-lo (serve para dar mais sabor). Misture o espaguete cozido al dente à frigideira da pancetta (ainda no fogo) e misture. Apague o fogo e coloque o ovo batido por cima na panela ainda quente. Transfira para o recipiente onde irá servir e decore com salsinha. Essa receita serve 5 pessoas.

Dica

É importante desligar o fogo antes de colocar os ovos, pois se a panela estiver muito quente, eles irão fritar.

Tuile de parmesão

Vamos aproveitar que hoje já é quinta-feira para petiscar? Com patês, molhinhos, ou sozinhas, essas bolachinhas de parmesão desmancham na boca, são uma delícia acompanhadas por uma taça de vinho, e combinam muito bem com inverno! Além disso, são muito fáceis de fazer, o único ingrediente que precisamos é parmesão ralado.

Ingredientes

– 1 1/3 xícara de chá de parmesão ralado.

Modo de preparo: preaqueça o forno a 160°C. Forre duas formas com papel manteiga. Espalhe colheradas bem espaçadas do parmesão ralado na forma e nivele com as costas da colher, formando círculos. Asse por uns 5 minutos ou até dourarem. Deixe na forma por alguns minutos até firmarem. Com uma espátula, retire cuidadosamente as bolachinhas. Deixe esfriar por completo para que endureçam.