Recheio de damasco

O recheio de damasco está entre os mais pedidos e tradicionais recheios de bolo de casamento. Essa receita simples e rápida descobri há pouco tempo, e  aproveitei para testar em uma ocasião muito especial, o bolo de casamento da minha irmã mais nova, Carolina. Fiz um bolo de três andares e três camadas de recheio. Em uma das camadas usei o recheio de damasco,  combinando-o com outras duas camadas de outro recheio delicioso também muito usado em bolos de casamento, doce de leite com nozes. Fez o maior sucesso! Em breve postarei por aqui também a receita do recheio de doce de leite, fiquem ligados, por enquanto deixo aqui a receita do recheio de damasco, que também pode ser usado como recheio de tortas, como geléia e até como chutney.

INGREDIENTES

– 200g de damasco seco
– água

MODO DE PREPARO: em um recipiente coloque os damascos com água até cobri-los. Deixe nesse molho de um dia para o outro. No dia seguinte, é só processar levemente os damascos com a água e voilà, temos um recheio delicioso de damasco!

Palha italiana

Essa semana estava passando pelo facebook e surgiu na minha timeline a receita de palha italiana. E quem disse que consegui esquece-la ao longo do dia? Pois é, grávida tem dessas coisas! 😁 A solução foi correr para a cozinha e preparar para matar a vontade! A minha sorte foi que a receita é super simples e leva poucos ingredientes, nem precisei sair para comprar nada. Então, apesar da espera do tempo de geladeira, foi bem fácil executar! E era tudo aquilo mesmo que eu esperava: uma delícia!

INGREDIENTES

– 1 lata de leite condensado
– 1 colher de sopa de chocolate em pó
– 1 colher de sopa de manteiga sem sal
– 1/2 pacote de bolacha maisena picadas
– açúcar de confeiteiro para polvilhar

MODO DE PREPARO: em uma panela adicione o leite condensado, o chocolate e a manteiga, e misture, como se fosse uma receita de brigadeiro. Leve ao fogo mexendo até que fique bem cremoso e que seja possível ver o fundo da panela. Desligue o fogo e misture as bolachas maisena picadas aos poucos dentro do brigadeiro, misturando bem. Em seguida, em uma forma untada ou forrada com papel manteiga, adicione a mistura e alise uniformemente. Espere esfriar e leve à geladeira por pelo menos 2 horas, ou até que fique bem firme. Retire a forma da geladeira e corte a mistura em quadrados. Passe no açúcar de confeiteiro para tirar o aspecto grudento e deixar a palha mais firme. Saboreie!

Banana caramelada com suspiro

Lembra daquele suspiro que postei no instagram do QTMDC na semana passada? Então, olha só o que fiz com ele! Que tal começar a semana com esse doce rápido, que leva pouquíssimos ingredientes e que fica uma delícia?

INGREDIENTES
– 5 bananas-nanicas
– 2 xícaras de chá de açúcar
– 2 xícaras de chá de água
– 3 claras 

MODO DE PREPARO: preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média). Numa panela média, coloque a metade do açúcar. Leve ao fogo alto e, quando começar a formar um caramelo, retire do fogo e coloque a água de uma vez. Abaixe o fogo para médio e, com uma colher, misture até dissolver. Coloque as bananas neste caramelo e deixe cozinhar por cerca de 5 minutos com a panela tampada. Retire as bananas da panela e transfira para um refratário que vá do forno à mesa. Reserve.

Na batedeira, coloque as claras e bata até o ponto neve. Adicione aos poucos a xícara de açúcar restante, batendo entre cada adição. Espalhe as claras por cima das bananas. Leve o refratário ao forno preaquecido para assar até que comece a dourar. Retire do forno e sirva quente.

DICA

Ele fica mais gostoso servido quente, mas também pode ser servido gelado! É só deixar esfriar e levar à geladeira após retirar do forno.

 

 

 

 

 

 

Caldo de legumes caseiro

Esse caldo de legumes dá um sabor super especial a sopas, risotos e molhos, além de ser muito mais saudável e gostoso que os caldos industrializados. Acredite, é muito fácil de fazer, e para deixar tudo ainda mais prático, ele pode ser congelado!

INGREDIENTES

– 2 cenouras

– 2 talos de salsão (as folhas de 1)

– 1 cebola grande

– 2 l de água

– 2 folhas de louro

– 2 cravos-da-índia

– 5 grãos de pimenta-do-reino

MODO DE PREPARO: lave bem todos os legumes. Descasque a cebola e corte em quatro partes. Corte a cenoura em fatias grossas e o salsão, em pedaços de cerca de 5cm. Numa panela, junte os legumes, as folhas de salsão e os temperos. Adicione a água e leve ao fogo alto. Quando começar a ferver, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 30 minutos. Desligue o fogo e, com uma peneira fina, coe o caldo. Conserve na geladeira por até 5 dias ou congele por 3 meses.

DICA

Se for congelar, para facilitar o uso posteriormente, use forminhas de gelo.

Escondidinho de camarão

Ah… Esse friozinho que está fazendo em São Paulo pede pratos com molhos, purês, queijos, todas essas coisas gostosas e quentinhas, né? E o que junta tudo isso em um só potinho?! O escondidinho! Já postei aqui uma receita de escondidinho de carne moída com batata super simples e gostoso, com ingredientes que todo mundo tem em casa, mas o de hoje é um pouco mais elaborado, com camarão e mandioca, ou como diriam os nordestinos, macaxeira.  Porém, embora seja um escondidinho com ingredientes que nem sempre estão à mão, ele é super fácil de fazer. Aliás, a receita foi totalmente adaptada, fiz na intuição. Então, se você quiser mudar um ingrediente ou outro, adicionar alguma coisa, mudar algum passo, fique á vontade!

INGREDIENTES

PARA O RECHEIO DE CAMARÃO

– 200g de camarão médio limpo (eu usei o  congelado já cozido)
– 2 tomates pelados picados com um pouco do molho (por volta de 1/4 de xícara)
– 1 colher de sopa de polpa de tomate
– 1 colher de sopa de creme de leite de caixinha
– salsinha picada a gosto
– 1/2 cebola picadinha
– 2 dentes de alho amassados
– 1 1/2 colher de sopa de azeite

MODO DE PREPARO: Em uma panela, levar a cebola para refogar no azeite. Quando ela começar a ficar transparente, adicionar o alho amassado e deixar refogar até que fique levemente dourado. Acrescentar os camarões. Se estiver usando o camarão fresco, deixar fritar até que passem de transparentes a uma coloração opaca rosa esbranquiçada. Se estiver usando o camarão congelado já cozido, deixe fritar por mais ou menos 1 minuto. Em ambos os casos, cuidado para não passar do ponto, pois ele fica borrachudo. Adicionar então os tomates pelados com o molho e a polpa de tomate, e deixar cozinhar por uns 2 minutos. Em seguida, adicione o creme de leite e mexa bem até incorporá-lo ao molho. Corrija o sal se necessário. Acrescente a salsinha picada e desligue o fogo.

PARA O PURÊ

– 3 mandiocas médias descascadas e cortadas em rodelas.
– 1 colher de sopa de sal.
– 1 colher bem cheia de manteiga
– 1/4 de xícara de leite integral
– 3 colheres de sopa de creme de leite
– noz moscada ralada a gosto

MODO DE PREPARO: Em uma panela grande, cubra as mandiocas de água. Adicione o sal e leve ao fogo alto. Elas devem cozinhar até ficarem bem molinhas. Teste com um garfo, ele deve atravessá-las facilmente. Quando as mandiocas estiverem no ponto, escorra e leve-as ao processador ou liquidificador ou bata com o mixer, com o restante dos ingredientes – manteiga, leite, creme de leite, noz moscada – e bata até ficar com consistência de purê mole.

MONTAGEM

– queijo parmesão ralado no ralo grosso.
– requeijão cremoso

Em um recipiente médio ou em recipientes individuais, coloque primeiro o recheio de camarão. Em seguida, adicione o purê de mandioca até que cubra todo o recheio. Por cima do purê, coloque colheradas de requeijão, e finalize com bastante queijo parmesão ralado. Leve ao forno para gratinar. Sirva a seguir!

DICAS

O purê do escondidinho deve ficar mais molinho que o purê que normalmente fazemos como acompanhamento de pratos. A consistência dele depende muito da qualidade da mandioca. Por isso, caso após acrescentar o leite ele ainda fique pesado, acrescente mais um pouco, até ficar na consistência desejada.

Escondidinho não necessita acompanhamento, mas um arroz de côco acompanha muito bem!

Bolo de pamonha

Continuando no tema das festas juninas e aproveitando o friozinho que tem feito em Sampaulo nesses últimos dias, resolvi fazer hoje um bolo de milho que a gente pode comer quentinho! Ele fica tão cremoso, que foi apelidado de bolo de pamonha, e ao invés de usar o garfo, o ideal é comê-lo em colheradas. Pode-se dizer que é um exemplar perfeito da “comfort food” brasileira. Acompanhado de um cafezinho então, nem se fala. Hum… É comer e se sentir acariciadx…

INGREDIENTES
–  2 xícaras de chá de milho em lata (sem a água) ou milho cru debulhado.
– 1 xícara de chá de leite
– 2/3 de xícara de chá de açúcar
– 1 colher de sopa de manteiga em temperatura ambiente
– 2 ovos
– 1/4 de xícara de chá de fubá
– 1 colher de sopa de fermento em pó
– manteiga e fubá para polvilhar
– canela em pó a gosto para polvilhar


MODO DE PREPARO: preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média). Unte com manteiga um refratário pequeno. Polvilhe com fubá. No liquidificador coloque o milho, o leite, o açúcar e a manteiga. Bata até triturar bem os grãos. Acrescente os ovos e bata para misturar. Junte o fubá e o fermento e bata apenas para misturar – a consistência da massa é bem líquida. Transfira a massa de bolo para o refratário untado e leve ao forno preaquecido. Deixe assar por cerca de 45 minutos até começar a dourar na superfície. Para verificar se o bolo está assado espete um palito: o bolo deve estar assado na superfície mas ainda cremoso no centro. Retire do forno e deixe esfriar. Sirva polvilhado com canela em pó.

DICAS

Já que esse bolo é cremoso para comer quente ou frio, em colheradas e não em fatias, você também pode assá-lo em recipientes individuais, assim como eu fiz!

 

 

 

 

Batata rosti

Hoje o QTMD traz uma receita de origem suíça, a batata suíça, também conhecida no Brasil por batata rösti ou batata rostie. A palavra rösti, significa fina e crocante. Dessa forma, a batata rösti que originalmente é composta por batata, bacon, queijo e salsinha, frita em manteiga ou óleo, é servida em forma de uma panqueca fina. No brasil, nós adicionamos um pouco de criatividade e sustância (!) incorporando recheios variados à receita original, e criando a batata suíça, uma derivação da rösti, só que mais robusta. A versão que eu preparei foi com recheio de queijo cheddar e bacon, que era o que tinha em casa, e ficou uma delícia!

INGREDIENTES
– 6 batatas médias
– sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
– queijo cheddar em fatias (por volta de 6 fatias, ou a quantidade desejada)
– bacon em cubos

Modo de preparo: lave, descasque e passe as batatas na parte grossa do ralador. Sobre uma tigela, abra um pano de prato limpo e coloque as batatas raladas no centro. Una as pontas do pano, formando uma trouxinha, torça e esprema bem para extrair toda a água das batatas – isso evita que elas grudem na frigideira na hora de fazer a rosti. Despreze toda a água. Abra o pano e tempere as batatas com sal e pimenta-do-reino a gosto. Leve ao fogo baixo uma frigideira grande com cerca de 30 cm de diâmetro. Quando aquecer, adicione 1 1/2 colher de sopa  de azeite. Gire a frigideira para untar todo o fundo e laterais com o azeite. Mantenha a frigideira em fogo baixo e distribua metade das batatas raladas até cobrir o fundo da frigideira. Pressione com uma espátula para formar uma camada uniforme. Coloque o queijo fatiado e o bacon – deixe cerca de 2 cm de toda a borda livre para evitar que o recheio vaze e a rosti grude nas laterais. Cubra com o restante das batatas raladas e, com a espátula, pressione para nivelar e selar as laterais. Regue a lateral da frigideira com o restante do azeite para garantir que a rosti solte na hora de virar. Deixe cozinhar em fogo baixo por 12 minutos para dourar a base. Para dourar o outro lado: retire a frigideira do fogo e, com a espátula, solte as laterais e o fundo da batata rosti. Deslize toda a rosti sobre um prato grande, cubra com a frigideira e vire de uma só vez. Volte a frigideira ao fogo baixo, deixe cozinhar por mais 12 minutos e desligue e fogo. Sirva a seguir!

DICAS

– Eu utilizei duas frigideiras que se encaixam (aquelas de fazer omelete) para não ter que virar no prato e deu super certo. Você também pode usar duas frigideiras comuns do mesmo tamanho.

– Os recheios podem ser inúmeros, é só usar a criatividade!

Aí vai o passo a passo da receita