Ragu de acém com polenta mole

Vamos começar a semana com comida de verdade? Essa polenta mole com ragu de acém é a combinação perfeita para essa segunda-feira fria paulistana. Conforta e sacia de uma forma deliciosa!

INGREDIENTES PARA O RAGU

– 500g de acém em cubos
– 1 cebola média
– 2 dentes de alho
– 3 tomates maduros
– ½ xícara de chá de salsinha picada
– ½ xícara de chá de cebolinha picada
– 2 colheres de sopa de óleo
– 1 colheres de sopa de extrato de tomate
– 1 colher de chá rasa de sal
– 1 litro de água

MODO DE PREPARO: pique a cebola e o alho em cubinhos. Pique fino a salsinha e a cebolinha. Reserve. Faça um corte em X na base de cada tomate. Coloque os tomates numa panela com água fervendo por alguns segundos. Prepare outra tigela com água e gelo. Retire os tomates da panela e mergulhe-os na tigela. Pelo X, puxe a pele como se fossem quatro folhas. O choque térmico faz com que a pele se desprenda facilmente. Corte os tomates em quatro, retire as sementes e corte-os em cubos grandes. Aqueça uma panela de pressão no fogo alto por 2 minutos. Acrescente o óleo de canola, o alho, o acém e tempere com sal. Refogue por cerca de 7 minutos até dourar a carne. Junte a cebola e o extrato de tomate e deixe cozinhar por mais 5 minutos. Acrescente o tomate picado e 1 litro de água. Tampe a panela de pressão, abaixe o fogo para médio e deixe cozinhar por 40 minutos. Desligue o fogo e, quando acabar a pressão da panela, destampe. Coloque a carne num prato e com um garfo, desfie a carne volte à panela. Junte a salsinha e a cebolinha. Leve ao fogo médio e assim que ferver, desligue.

INGREDIENTES PARA A POLENTA

– 1 xícara de chá de fubá
– 5 xícaras de chá de água
– 1 colher de sobremesa de sal
– 2 colheres de chá de queijo parmesão ralado

MODO DE PREPARO: em um refratário, misture 1 xícara de água fria com o fubá e mexa com um batedor de arame até ficar homogêneo. Numa panela grande, aqueça o restante da água (4 xícaras) em fogo médio. Quando ferver, acrescente o sal e abaixe o fogo. Acrescente a mistura de fubá de uma vez, mexendo com o batedor de arame vigorosamente. Deixe cozinhar por cerca de 20 minutos, mexendo agora, com uma  colher de pau. A polenta estará pronta quando se desprender das paredes e do fundo da panela. Acrescente o queijo parmesão e misture bem até que ele derreta. Coloque um pouco de polenta num prato fundo, e cubra com o ragu. Polvilhe com a salsinha e sirva em seguida.

 

Anúncios

Mousse de leite ninho com morangos

Já faz um tempo que está na moda sobremesas que levam leite ninho na receita. Venho testado várias e, dentre todas, essa foi uma das que mais gostei. Diferentemente de algumas que achei excessivamente doces, essa é leve, equilibrada. Porém, para dar  equilíbrio e leveza, adicionei à receita os morangos, que originalmente não existiam. O resultado é uma sobremesa deliciosa!

INGREDIENTES

– 1 lata de leite condensado.
– 2 caixinhas de creme de leite.
– 1 xícara de leite ninho.
– 6g de gelatina incolor sem sabor hidratada.
– quanto bastar de morangos picados.
– raspas de chocolate branco para finalização.
– morangos inteiros para decoração.

MODO DE PREPARO: no liquidificador adicione o leite condensado, o leite ninho e o creme de leite. Bata alguns minutos até ficar um creme homogêneo. Em seguida misture a gelatina hidratada e bata mais por aproximadamente 5 minutos.
Disponha os morangos picados no fundo do recipiente em que deseja montar o mousse. Eu utilizei taças individuais, mas pode-se utilizar um recipiente maior. Em seguida despeje o mousse. Leve à geladeira por aproximadamente 1h, ou até que o creme fique bem firme. Retire da geladeira, e decore com as raspas de chocolate branco e os morangos inteiros cortados ao meio. Saboreie em seguida!

Nhoque de abóbora

Adoro nhoque! O tradicional – de batata asterix – é um dos meus favoritos. Porém, variar é sempre bom, não é? Ultimamente tenho experimentado os vários tipos de nhoque. Já fiz o de batata doce roxa, o de batata doce branca, o de banana da terra, e ontem fiz o de abóbora, que entre todos, achei o mais complicadinho. Como a abóbora é muito úmida, solta muita água, fica um pouco difícil de dar o ponto, ou seja, a massa fica mais “mole”, não fica tão sequinha como no caso da massa de batata. Mas nada que alguns truques não resolvam. Um deles, é ao invés de cozinhar a abóbora em água, optar por assá-la. Então vamos à receita?

PARA COZINHAR A ABÓBORA NO FORNO

Envolva a abóbora em papel alumínio e leve ao forno até ficar macia.

PARA COZINHAR ABÓBORA NO MICRO-ONDAS

Lave a abóbora (não precisa tirar a casca) e ainda úmida coloque em um recipiente próprio para microondas. Cubra com com uma folha de papel toalha e leve ao microondas na potência alta por aproximadamente 12 a 15 minutos. Quando estiver macia, retire do microondas e espere esfriar. Tire as sementes e com uma colher retire a polpa cozida da abóbora.

INGREDIENTES 

– 2 xícaras de chá de abóbora cozida/assada e amassada (mais ou menos 600 g)
– 1 ovo
– 1 e 1/2 xícara de chá de farinha de trigo ( e mais um pouco para a hora de enrolar)
– 1 colher de chá rasa de sal rasa

MODO DE PREPARO: Coloque a abóbora, o ovo, o sal e a farinha de trigo em uma tigela. Misture tudo até ficar uma massa homogênea. A massa não fica totalmente seca, fica uma massa mais mole. Se ficar muito mole, acrescente um pouco mais de farinha de trigo, isso vai depender do tamanho do ovo e do tipo de abóbora. Depois, pegue pequenas porções da massa, coloque em uma superfície polvilhada com farinha de trigo e faça bolinhos. Corte pedacinhos do rolinho com mais ou menos 1,5 cm. Vá colocando os pedacinhos em uma forma polvilhada com farinha de trigo. Coloque uma panela com água no fogo para ferver. Assim que a água ferver, coloque sal e vá colocando os pedacinhos de nhoque na água fervente. Assim que os nhoques começarem a subir para a superfície da água, retire-os com uma escumadeira e coloque-os em uma forma preparada com um pouco de azeite, apenas para que não grudem. Sirva com o molho de sua preferência.

Dicas

Não use a abóbora morna para fazer a massa, espere ela esfriar totalmente. Isso ajuda no ponto da massa.

Eu optei por servir o nhoque com molho branco, mas ele também vai muito bem com molho de manteiga, com molho de queijo, com molho bolonhesa, com molho de carne seca.

 

Sopa creme de milho verde

Inverno pede sopa né? Mas isso não quer dizer que a gente tenha que passar horas na cozinha preparando um caldinho que esquente. Essa sopa creme de milho verde é uma das mais práticas e rápidas que conheço. É pá-pum!

INGREDIENTES

– 2 latas de milho-verde (400 g)
– 2 colheres de sopa de manteiga
– ½ cebola picada fino
– 2 xícaras de chá de leite
– 1 colher de sopa de cebolinha picada fino
– bacon em cubos
– sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto

MODO DE PREPARO: Coloque o bacon em um prato forrado com papel toalha. Cubra com papel toalha também. Leve ao microondas em potência alta por 3 minutos ou até ficarem torradinhos. Reserve. Abra as caras de milho e passe por uma peneira para escorrer o líquido. Leve uma panela ao fogo médio e derreta a manteiga. Junte a cebola e refogue até ficar transparente, por cerca de 2 minutos. Junte o milho e refogue por 3 minutos. Tempere com sal e pimenta-do-reino e acrescente o leite. Cozinhe por mais 2 minutos, mexendo de vez em quando. Desligue. Transfira a mistura para a jarra do liquidificador e bata por aproximadamente 4 minutos. Segure firme a tampa do liquidificador com um pano de prato para evitar que o vapor do caldo abra a tampa. Coloque uma peneira sobre a panela e coe o creme. Com as costas de uma colher, pressione o bagaço, para extrair o máximo de liquido que puder. Volte a panela ao fogo médio e deixe cozinhar por cerca de 2 minutos ou até a sopa esquentar. Na hora de servir, salpique a cebolinha e o bacon.

 

Bolo de cenoura

O inverno chegou e com ele aquela vontade de comer um bolo gostoso com um café bem quentinho! Tinham cenouras sobrando aqui em casa, então resolvi usá-las fazendo um bolo para matar essa vontade. Clarice também ajudou e tirou uma soneca enquanto a mamãe preparava tudo. Essa receita é uma das mais tradicionais, não tem novidade. É super simples e rápida!

INGREDIENTES PARA O BOLO

– 1/2 xícara de chá de óleo
– 4 ovos
– 2 cenouras médias cortadas em pedaços
– 2 xícaras de açúcar
– 2 xícaras de farinha de trigo
– 1 colher de sopa de fermento em pó

MODO DE PREPARO: no liquidificador, bater as cenouras, o óleo, os ovos e o açúcar. Em seguida, transferir a mistura para outro recipiente, e aos poucos ir adicionado a farinha, misturando com um batedor de arame. Por último adicionar o fermento e transferir para uma forma untada e enfarinhada. Levar ao forno pré-aquecido a 180 graus por aproximadamente 45 minutos. Para verificar se está pronto, faça o teste do palito.

INGREDIENTES PARA A COBERTURA

–  ½ xícara de chá de chocolate em pó
– ⅓ de xícara de chá de açúcar
– 1 colher de sopa de manteiga
– ⅓ de xícara (chá) de água

MODO DE PREPARO: em uma panela junte o chocolate, o açúcar, a manteiga e a água. Leve ao fogo médio e mexa com o batedor de arame até ferver. Depois que começar a ferver, mexa por mais 4 minutos, até a calda engrossar e começar a desgrudar do fundo da panela. Jogue a calda quente sobre o bolo frio já desenformado e deixe esfriar. Sirva com um cafezinho! 🙂

 

Recheio de damasco

O recheio de damasco está entre os mais pedidos e tradicionais recheios de bolo de casamento. Essa receita simples e rápida descobri há pouco tempo, e  aproveitei para testar em uma ocasião muito especial, o bolo de casamento da minha irmã mais nova, Carolina. Fiz um bolo de três andares e três camadas de recheio. Em uma das camadas usei o recheio de damasco,  combinando-o com outras duas camadas de outro recheio delicioso também muito usado em bolos de casamento, doce de leite com nozes. Fez o maior sucesso! Em breve postarei por aqui também a receita do recheio de doce de leite, fiquem ligados, por enquanto deixo aqui a receita do recheio de damasco, que também pode ser usado como recheio de tortas, como geléia e até como chutney.

INGREDIENTES

– 200g de damasco seco
– água

MODO DE PREPARO: em um recipiente coloque os damascos com água até cobri-los. Deixe nesse molho de um dia para o outro. No dia seguinte, é só processar levemente os damascos com a água e voilà, temos um recheio delicioso de damasco!

Palha italiana

Essa semana estava passando pelo facebook e surgiu na minha timeline a receita de palha italiana. E quem disse que consegui esquece-la ao longo do dia? Pois é, grávida tem dessas coisas! 😁 A solução foi correr para a cozinha e preparar para matar a vontade! A minha sorte foi que a receita é super simples e leva poucos ingredientes, nem precisei sair para comprar nada. Então, apesar da espera do tempo de geladeira, foi bem fácil executar! E era tudo aquilo mesmo que eu esperava: uma delícia!

INGREDIENTES

– 1 lata de leite condensado
– 1 colher de sopa de chocolate em pó
– 1 colher de sopa de manteiga sem sal
– 1/2 pacote de bolacha maisena picadas
– açúcar de confeiteiro para polvilhar

MODO DE PREPARO: em uma panela adicione o leite condensado, o chocolate e a manteiga, e misture, como se fosse uma receita de brigadeiro. Leve ao fogo mexendo até que fique bem cremoso e que seja possível ver o fundo da panela. Desligue o fogo e misture as bolachas maisena picadas aos poucos dentro do brigadeiro, misturando bem. Em seguida, em uma forma untada ou forrada com papel manteiga, adicione a mistura e alise uniformemente. Espere esfriar e leve à geladeira por pelo menos 2 horas, ou até que fique bem firme. Retire a forma da geladeira e corte a mistura em quadrados. Passe no açúcar de confeiteiro para tirar o aspecto grudento e deixar a palha mais firme. Saboreie!