Bolo delicioso de maçã verde

A temperatura despencou em Sampa. O tempo está chuvoso e faz 16ºC. Eu tinha duas maçãs verdes dando sopa aqui em casa, e para dar aquele aconchego necessário nessas tardes frias, resolvi fazer um bolo com elas. Afinal, tem algo melhor que tomar uma xícara de café quentinho acompanhado por uma fatia de bolo recém saído do forno em dias assim? Ok, pode até ser que tenha 😊, mas entre outras coisas, isso também cai muito bem!

Esse bolo é simplesmente d e l i c i o s o ! Fica bem molhadinho por dentro, e com uma casquinha crocante por cima. Além disso, assim como seu sabor, o perfume de canela e maçã que deixa pela casa enquanto assa, também conforta tanto…

Ingredientes

– 1 1/3 xícara de chá de óleo vegetal (uso o de canola).

– 3 xícaras de chá de farinha de trigo.

– 1 colher de sopa de canela em pó.

– 1 colher de chá de bicarbonato de sódio.

– 1 colher de chá de sal.

– 2 xícaras de açúcar refinado.

– 3 ovos.

– 3 a 4 maçãs verdes, descascadas, sem sementes e cortadas em cubinhos pequenos.

– 1/3 de xícara de chá de passas brancas sem semente.

Modo de preparo: preaqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga e polvilhe com farinha de trigo uma forma grande de buraco no meio, ou uma redonda de 25cm. Peneire numa tigela grande os ingredientes secos: a farinha, a canela, o bicarbonato e o sal, menos o açúcar. Misture bem e reserve. Na batedeira, coloque o óleo, os ovos e o açúcar. Bata em velocidade alta até ficar amarelo claro. Com a batedeira em velocidade média, vá acrescentando a mistura de farinha gradualmente, e bata somente até ficar homogêneo. Junte as maçãs picadas e as passas, e misture com uma colher grande ou espátula. Transfira a massa para a forma preparada e asse a 180°C por aproximadamente 50 minutos. Faça o teste do palito, fure o bolo e se o palito sair seco e limpo, o bolo está pronto! Retire do forno e deixe amornar. Desenforme e vire a parte da casquinha para cima. Deixe esfriar e sirva em seguida!

 

Dicas

Eu utilizei 1 xícara de açúcar refinado comum e 1 xícara de açúcar mascavo e ficou uma delícia! Sempre gosto de utilizar o mascavo em bolos de frutas, acho que combina muito bem.

A massa desse bolo é bem pesada, não se assuste ao bater.  A massa fica semelhante a massa de um brownie. Quando for transferir para a forma, coloque às colheradas, e vá acomodando e alisando com as costas da colher.

As passas podem ser substituídas por nozes picadas, também fica muito bom!

Anúncios

Marshmallow ou Merengue italiano

Pra quem não sabe, marshmallow e merengue italiano são a mesma coisa! Diferentemente do merengue francês (aquele utilizado para fazer suspiros), ele é feito com claras em neve batidas com calda quente de açúcar. Com textura fofinha, leve e super cremosa, ele é ótimo como cobertura de bolos, tortas, e cupcakes, e como acompanhamento de diversas sobremesas, frutas, e pode até substituir o creme de leite no preparo de mousses. Além disso ele é uma delícia!

Ingredientes

– 2 claras.

– 3/4 xícara de chá de açúcar.

– 3 colheres de sopa de água.

– 1 pitada de sal.

Modo de preparo: coloque a água numa panelinha, junte o açúcar e misture delicadamente com um colher. Leve ao fogo médio e deixe ferver, até que fique ligeiramente bronzeada. Separe as claras e leve a batedeira. Comece a bater em velocidade baixa, por 1 ou 2 minutos, e aumente. As claras devem ficar bem firmes. Sem parar de bater, vá regando as claras com a calda quente. Coloque bem aos poucos, em fio. Depois que toda a calda tiver sido utilizada, continue batendo até que a tigela da batedeira tenha esfriado, uns 15 minutos. Adicione os opcionais que quiser e bata apenas para misturar.

Dicas

Os opcionais que podem ser misturados aos merengue são raspas de limão, gotas de essência de baunilha, entre outros.

Se quiser dar uma cor ao seu merengue, acrescente corante alimentício.

Abobrinhas recheadas

Abobrinha recheada – ou zucchini ripieni se quiser italianar – é um prato que eu faço muito aqui em casa. Ele pode ser preparado de duas formas, cortando a  abobrinha ao meio no sentido do comprimento (longitudinal), e assim ela fica como se fosse uma barquinha, ou cortando-a ao meio no sentido da largura (transversal), fazendo com que ela se transforme em um cilindro. Eu prefiro a primeira opção, acho que fica mais  agradável tanto visualmente quanto para acomodar no prato e comer. Quanto ao recheio, ele também pode ser preparado de inúmeras formas, tem gente gosta de usar apenas a polpa da abobrinha, tem gente que mistura arroz, tem quem use purê de batata… O recheio que eu uso é um refogado de carne moída com a polpa da abobrinha e alguns outros ingredientes, que aliás, são totalmente substituíveis por outros da sua preferência. É só usar a criatividade e os ingredientes que tiver em casa!

Ingredientes

– 2 abobrinhas italianas médias.

– 1 colher de sopa de azeite.

– 1 dente de alho picado ou amassado.

– 1/2 cebola grande ou 1 cebola pequena cortada em cubos.

– 250g de patinho moído. Pode substituir pela carne de sua preferência.

– 2 tomates pelados (em lata) cortados em cubos com 2 colheres de sopa do molho.

– 2 colheres de sopa de azeitonas verdes sem caroço fatiadas.

– 60g ou 1/2 xícara de chá de bacon em cubos.

– 1 colher de sopa de requeijão (opcional).

– sal e pimenta-do-reino a gosto.

– 2 fatias de mussarela cortadas ao meio no sentido do comprimento (longitudinal).

– 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado.

Modo de preparo: lave bem as abobrinhas e corte-as ao meio no sentido do comprimento (longitudinal). Leve para cozinhar em água fervente por 5 minutos. Escorra e com o auxílio de uma colher, retire a polpa, deixando uma bordinha. Reserve a polpa e as barquinhas. Prepare o recheio: em uma panela, aqueça 1 colher de azeite em fogo alto e frite o bacon até dourar. Retire o bacon com uma escumadeira, reserve, e no mesmo óleo refogue a cebola até começar a ficar transparente. Junte o alho e deixe refogar mais um pouco. Acrescente a carne e frite até que ela fique dourada (aproximadamente uns 5 minutos). Adicione a polpa da abobrinha, os tomates pelados cortados em cubos, as 2 colheres de molho e refogue por mais uns 2 minutos. Acrescente o bacon reservado e as azeitonas e tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto. Adicione 1 colher de requeijão e desligue o fogo. Transfira as barcas de abobrinhas para uma forma forrada com papel alumínio e distribua o recheio uniformemente sobre elas. Cubra cada uma com metade do queijo mussarela e polvilhe com o parmesão ralado. Leve ao forno pré-aquecido a 180°C ou até derreter o queijo e gratinar. Sirva em seguida!

Dica

Se quiser transformar esse prato em algo mais light, é só tirar o bacon, e a mussarela de cima, e substituir o requeijão comum pelo zero ou não usar.

Chuleta com batatas rústicas e molho barbecue

Quem adora carne levanta a mão! 🙋🏻Eu gosto muito, e quando o dia está assim então, nublado e mais friozinho, da ainda mais vontade de comer um daqueles bifes bem suculentos! Por isso,  hoje vou postar uma receita bem prática, rápida e saborosa de carne: chuleta com batatas rústicas e molho barbecue. Como os acompanhamentos – as batatas rústicas e o molho barbecue – já postei aqui outro dia, fica bem mais fácil. É só dar uma olhada no preparo de carne, que é super simples, e pronto!

Ingredientes

– a quantidade que desejar de chuleta.

– manteiga em temperatura ambiente.

– sal grosso.

– tomilho.

Modo de preparo: passar 1/2 colher de sobremesa de manteiga em temperatura ambiente nos dois lados da carne. Para facilitar,  use as costas da colher, como mostra o vídeo. Em seguida, tempere com o sal grosso e tomilho. Deixe descansar por alguns minutos para pegar o sabor do tempero. Esquente bem uma frigideira antiaderente, unte a frigideira com meia colher de chá de manteiga e frite a chuleta por aproximadamente 1 minuto e 30 segundos de cada lado. Coloque em um refratário, regue com um pouco do molho barbecue e leve ao forno pré-aquecido a 200°C por 8 minutos. Sirva em seguida com batatas rústicas.

 

Dica

O sal grosso pode ser substituído por sal refinado.

O ponto da carne depende da sua preferência e da altura do bife. Se gosta de carne mais bem passada, o tempo de forno pode ser maior. Se o bife for mais alto que o utilizado na receita, o tempo de forno também pode variar. O tempo especificado na receita é para um bife baixo, ao ponto.

Se quiser servir sem o molho barbecue, apenas  com o tempero de manteiga e ervas, também fica ótimo! Aliás, se quiser, pode acrescentar alecrim ao tempero. Achei melhor temperar apenas com tomilho porque as batatas já levam alecrim.

Assista ao vídeo da receita:

Dica do fim de semana: Sanduíche de pernil do Estadão

Eu sei que a dica de hoje não é nenhuma novidade pra muita gente, pois o sanduíche do qual irei falar, já é um dos mais conhecidos da cidade! Acontece que apesar disso, eu nunca tinha experimentado… São tantas opções em São Paulo, que a gente acaba não dando conta de conhecer tudo. Enfim, finalmente no fim de semana passado pude saborear o famoso carro chefe de um dos bares mais tradicionais do centro: o sanduíche de pernil do Estadão.
O Estadão existe desde 1968 e em 1974 foi assumido pelos atuais proprietários. Ponto de encontro tradicional da cidade, com público variado, lá podemos encontrar drinks, sucos, petiscos, salgados, massas, pratos feitos, saladas, e uma variedade grande de lanches, mas o mais conhecido e o mais pedido é sem dúvida o sanduíche de pernil, e foi esse o meu escolhido! Começamos com o tradicional, que além de uma camada generosa de pernil bem temperado e suculento fatiado bem fininho, leva um molho feito com cebola, tomate e pimentão. Tudo isso no meio de um pão francês fresquinho e crocante. Comemos ali mesmo no balcão, de pé. O sanduíche merece a fama que tem, realmente muito gostoso! Mas ainda não estávamos satisfeitos. Resolvemos perguntar ao atendente – muito simpático e atencioso – se, apesar de não estar no cardápio, poderia nos servir o mesmo sanduíche, com uma fatia de abacaxi. A resposta foi positiva, e então o inesperado aconteceu… O sanduíche tradicional com adição de abacaxi é ainda mais gostoso! hehehe… Para quem ainda não conhece o sanduíche de pernil do Estadão, vale à pena experimentar! O bar funciona 24h por dia 7 dias por semana!

Estadão Bar e Lanches
Viaduto Nove de Julho, nº193.
Centro – São Paulo.
http://www.estadaolanches.com.br/

Torta salgada de liquidificador

Andei meio sumida essa semana toda, eu sei… 🙈 Mas estou de volta! E já que hoje é sexta-feira, uma receita super prática, com cara de fim-de-semana para vocês: torta salgada de liquidificador. Essa torta é super gostosa e versátil, pois além da massa ser super rápida – é só bater tudo no liquificador – ela vai bem com todo tipo de recheio, frango com requeijão, legumes, sardinha, frios, e o que mais a sua criatividade e vontade mandarem! Eu fiz com um recheio de atum, um dos meus preferidos. Fica uma delícia! Da tempo de fazer para o happy hour!

PARA A MASSA

Ingredientes

– 2 xícaras de chá de farinha de trigo.

– 3 ovos.

– 1 colher de chá de sal.

– 1/2 xícara de chá de óleo.

– 1 1/4 de xícara de chá de leite.

– 3/4 de xícara de chá de parmesão ralado fino.

– 1 colher de sopa de pó royal.

Modo de preparo: Bater todos os ingredientes no liquidificador.

PARA O RECHEIO

Ingredientes

– 2 colheres de sopa de azeite.

– 1/4 de uma cebola média em cubos (divida a cebola ao meio, e a metade ao meio novamente).

– 1 lata de atum sem tempero.

– 2 tomates pelados (em lata) picados com 2 colheres de sopa do molho.

– 1/2 xícara de chá de milho verde (em lata).

– 1/2 xícara de chá de ervilhas (em lata).

– 1/4 de xícara de chá de azeitonas verdes fatiadas.

– 1 colher de sopa bem cheia de requeijão.

– sal e pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo: em uma panela, aquecer as duas colheres de sopa de azeite e refogar a cebola picada até começar a dourar. Adicionar o atum e apertar com um garfo até ficar bem soltinho. Adicionar os 2 tomates pelados picados com o molho e deixar cozinhar por aproximadamente 3 minutos. Adicionar o milho, a ervilha e as azeitonas. Temperar com sal e pimenta-do-reino a gosto. Adicionar 1 colher de sopa de requeijão e deixar cozinhar por mais 1 minuto.

Montagem

Untar uma forma pequena (25x30cm) com óleo e despejar a metade da massa. Colocar o recheio por cima e sobre o recheio, despejar o restante da massa. Finalizar com um pouco de queijo parmesão ralado por cima e levar ao forno pré-aquecido a 180º por aproximadamente 1 hora ou até dourar.

Dica

Se a massa ficar muito espessa, acrescente um pouco mais de leite. O ponto certo é de um creme bem consistente e espesso.

Merengue com morango

Hoje faz 4 anos e meio que eu e Carlos estamos juntos. E para comemorar, resolvi fazer uma sobremesa fofa que acho super romântica: merengue com morango. Além de linda, ela é super fácil, pois a maior parte dos ingredientes já vem pronta! Não, eu não fiz o merengue, usei uns suspirinhos que trouxe de um bate-volta que fizemos para Cabreúva outro dia. Aliás, nesse passeio descobrimos que Cabreúva tem ótimas cachaças, mas essa história fica para outro post. No mais, muito amor para nós, para vocês, e pra todo mundo! ❤️

Ingredientes

– 1 xícara de chá de morangos.

– 150ml de creme de leite fresco.

– 1 colher de sopa de açúcar de confeiteiro.

– 1 xícara de chá de suspiros picados.

Modo de preparo: lave os morangos sob água corrente e retire as folhas. Corte-os em fatias e reserve. Coloque o creme de leite fresco bem gelado com o açúcar de confeiteiro numa batedeira e bata, em velocidade baixa, até obter um creme consistente. Não bata por muito tempo, pois o creme pode virar manteiga.

Montagem

Distribua em camadas o chantilly , os morangos fatiados, o suspiro picado, e assim por diante. Leve à geladeira e sirva gelado!